Portugal
“No futebol português as pessoas não podem ser verdadeiras”, diz Carlos Pereira
2019-04-15 16:15:00
Presidente do Marítimo, Carlos Pereira, comentou a decisão de Petit, na gestão dos cartões amarelos antes do jogo na Luz

Petit, técnico do Marítimo, ordenou que dois dos seus jogadores mais importantes, Joel Tagueu e Edgar Costa, vissem o quinto cartão amarelo diante do Feirense, neste domingo, antes do jogo com o Benfica, para que pudessem cumprir castigo no Estádio da Luz, na próxima ronda, e ficassem com ‘ficha limpa’ para o que resta do campeonato.

O treinador falou abertamente dessa decisão. E abriu-se mais uma polémica no futebol português.

O presidente do Marítimo defende o seu treinador. “O problema do futebol português é as pessoas não terem a possibilidade de serem verdadeiras e de não serem diferentes dos outros”, disse Carlos Pereira, nesta segunda-feira, citado pelo jornal A Bola.

O dirigente lembra que “a gestão do plantel está a cargo do chefe de equipa e o chefe da equipa é o Petit”.  

“Ele é que tem que gerir da melhor forma os seus atletas e tem que o fazer da forma que lhe possa garantir mais pontos”, salienta.

Sobre as críticas que esta opção gera, Carlos Pereira salienta que ”infelizmente, é o futebol que temos”.

“Na hora da aflição ninguém nos deita a mão. Atente-se ao número de horas que temos para os comentadores e por isso tem que haver sempre alguma coisa para se colocar em destaque”, critica.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa