Portugal
“Não vejo isso como negativo”, diz Paulo Gomes sobre casos positivos na I Liga
2020-05-11 16:55:00
Presidente do Vitória de Setúbal considera que este é o momento para se chegar a melhores soluções para a retoma

O presidente do Vitória de Setúbal, Paulo Gomes, falou sobre os casos positivos de covid-19 em vários plantéis da I Liga e considera o mesmo como algo normal nesta altura de pandemia.

Em declarações à TSF, o dirigente pensa que é para isto que os rastreios são feitos, já que se pode chegar a melhores soluções para um regresso mais seguro do campeonato.

“Não vejo isso como negativo. É para isso que os rastreios são feitos, para que nós, a devido tempo, possamos tomar as soluções certas para resolver os problemas”, afirmou Paulo Gomes.

No passado domingo, a Direção-Geral de Saúde (DGS) enviou à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) o parecer técnico com as condições exigidas para o regresso do campeonato e da final da Taça de Portugal.

Para o presidente do clube sadino, ainda falta muito para se chegar a um parecer final sobre esse assunto e destaca o papel dos clubes profissionais neste período de covid-19.

Ao mesmo tempo, Paulo Gomes confessa que o documento recebeu “alguma reprovação” por parte dos seus jogadores.

“Ainda temos muito para trabalhar para chegar a um parecer final. Os clubes têm sido os mais profissionais nos cumprimentos das ordens que foram tomadas pela DGS. Quanto ao que a DGS lançou cá para fora, acho que não vai ser um documento final”, considerou.

Danilo, Zé Luís e Soares, futebolistas do FC Porto, já mostraram desagrado com as condições que estão previstas para a Liga regressar.

Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, refere que os intervenientes do futebol foram “jogados para a linha de tiro, sem coletes, tipo cobaias”.

Por outro Lado, o presidente do Paços de Ferreira, Paulo Meneses deixa um alerta para o recomeço do campeonato e considera que “relativizamos a saúde pública em face dos interesses”.