Portugal
"Não estava a pensar nos penáltis, queria ganhar o jogo"
2020-01-22 22:10:00
Sérgio Conceição explica as alterações do FC Porto na parte final do jogo com o Vitória de Guimarães

O FC Porto esteve em desvantagem no marcador, mas consumou a reviravolta e permitiu a Sérgio Conceição 'jogar' com as substituições para segurar a vantagem, garantindo a passagem à final da Taça da Liga.

Começando por lembrar que o estado "por vezes difícil" do relvado, o técnico portista salientou que os jogadores de ambas as equipas "tiveram alguma dificuldade mesmo com botas adequadas".

"Entrámos bem, nos primeiros 45 minutos tivemos várias ocasiões, não foram flagrantes, mas podíamos ter sido mais felizes na finalização
Na segunda, não entrámos tão bem, o Vitória esteve melhor até à situação de penálti, sem criar grande perigo. A partir daí, voltámos a estar por cima. É normal que o Vitória tivesse arriscado tudo", analisou.

Sérgio Conceição defendeu que as substituições efetuadas não foram para 'defender' o resultado.

"Não estava a pensar nos penáltis, queria ganhar o jogo", garantiu.

"O lado esquerdo deles tem grande dinâmica, sentimos que o Corona, já com amarelo, podia estar exposto. O Manafá é um jogador rápido, muito competente a defender e que consegue esticar o jogo rápido. O Romário [entrou] para apanhar o primeiro médio de construção", com Vítor Ferreira a ser lançado devido às "dificuldades físicas" que Otávio começava a apresentar.

Antecipando "um bom espectáculo" na final da Taça da Liga, frente ao SC Braga, o treinador do FC Porto explicou ainda a ausência do capitão.

"O Danilo tem sido um jogador fantástico no espírito de sacrifício, tem jogado com uma limitação grande no joelho, tem dado tudo à equipa
Não estando a 100 por cento, achei que devia descansar", justificou Sérgio Conceição.