Portugal
"Não estamos numa posição que nos permite estar tranquilos"
2019-11-19 12:30:00
Novo treinador da Académica considera que tem trabalho “árduo” pela frente

O novo treinador da Académica, João Carlos Pereira, que substituiu César Peixoto, considera que tem um trabalho "árduo", mas muito "entusiasmante" para retirar o clube da 15.ª posição da II Liga.

"Naturalmente não estamos numa posição na tabela classificativa que nos permite estar tranquilos, e esse passa por ser o nosso primeiro objetivo, o de tirar a equipa desta posição incómoda", referiu o técnico, de 54 anos, numa mensagem enviada pelo departamento de comunicação da ‘briosa’.

João Carlos Pereira afirma que a Académica vai "tentar reduzir a desvantagem pontual em relação às equipas que estão mais acima e que tem legiíimas aspirações".

"Embora, e na verdade, neste momento não dependamos apenas de nós para chegarmos a um lugar que nos permita lutar pela subida de divisão", salientou.

Para o antigo atleta dos ‘estudantes’, que treinou a equipa principal nas épocas de 2003/2004 e 2004/2005, o atual momento deve ser de união "mais em volta dos jogadores e da equipa, porque a equipa precisa de todo o apoio e do melhor que todos os academistas podem dar".

O novo técnico da ‘briosa’ foi, durante os últimos seis anos, coordenador geral na Aspire Academy no Qatar, "considerada por muitos uma das melhores do mundo, e que abrange várias áreas do desporto, sendo uma academia de excelência para o alto rendimento".

Como treinador, João Carlos Pereira passou ainda por clubes como Sporting de Pombal, Moreirense, Nacional, Estoril, Belenenses e Servette (Suíça).

César Peixoto demitiu-se na semana passada do comando técnico da Académica, deixando o clube com nove pontos, apenas dois acima dos lugares de descida e a 18 da liderança.