Portugal
Moreirense vence Portimonense e iguala Sporting e Famalicão no topo
2019-08-30 21:50:00
Golo de Iago Santos

Um golo de Iago Santos ainda na primeira parte foi suficiente para o Moreirense vencer em casa o Portimonense, no jogo inaugural da quarta jornada da I Liga portuguesa em futebol.

Com esta vitória pela margem mínima, o Moreirense chegou aos sete pontos e igualou provisoriamente Sporting e Famalicão no topo da Liga, enquanto o Portimonense é 11.º com quatro pontos.

Vítor Campelos e António Folha mantiveram o mesmo 'onze' que utilizaram na última jornada, na qual os minhotos empataram a zero no terreno do Vitória de Setúbal e os algarvios perderam por 3-1 na receção ao Sporting.

O golo surgiu cedo e marcou toda uma primeira parte pouco acutilante. Iago Santos assinou o 1-0, aos sete minutos, após cruzamento da esquerda, ao cabecear de formas assertiva para o fundo das redes.

O Moreirense tentou chegar ao segundo com um livre de Pedro Nuno que sobrou para Sérgio Abreu, mas o cabeceamento saiu torto e a bola pela linha de fundo (21 minutos).

O Portimonense demorou a reagir, mas acabou por protagonizar um final de primeira parte aflitivo ao Moreirense, com várias jogadas de perigo, tendo a principal tido como 'salvador' Fábio Pacheco. Cevallos rematou forte com Pasinato batido e teve de ser o médio a dar o corpo à bola para evitar o empate (45 minutos).

Na segunda parte, o clube algarvio teve de intensificar o ataque, mas encontrou pela frente um Moreirense organizado na defesa e concentrado no contra-ataque.

Filipe Soares atirou por cima, aos 48, e Luther Singh, aos 67, e pouco tempo após entrar, obrigou Ricardo Ferreira a fazer uma grande defesa.

O Portimonense teve então necessidade de arriscar mais e de 'colar' a equipa do Moreirense à sua zona defensiva, construindo jogadas de perigo através de transições rápidas.

Aos 73 minutos, Marlos Moreno rematou forte para 'encaixe' de Pasinato, e a um minuto dos 80 foi a ver de Jackson Martínez tentar com um cabeceamento colocado, mas que saiu pouco por cima da baliza do guarda-redes brasileiro dos vimaranenses.

E numa fase em que o Portimonense até estava por cima, acabou por sofrer um golpe que sentenciou a partida: Willyan viu o segundo amarelo e ordem de expulsão após falta sobre Bilel (81 minutos).

A jogar com dez, o emblema de Portimão viu Tabata fazer cruzamentos que mais pareciam remates por duas ocasiões nos descontos, mas das duas vezes o guardião da casa 'salvou'.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa