Portugal
Moreirense conquista primeiros pontos com triunfo claro sobre Gil Vicente
2019-08-17 18:35:00
Fábio Abreu, Bilel e Luther Singh marcaram os golos

O Moreirense conquistou hoje o primeiro triunfo da edição 2019/20 da I Liga portuguesa de futebol com um 3-0 sem contestação na receção ao regressado Gil Vicente, em jogo da segunda jornada.

Fábio Abreu e Bilel, com golos aos oito e 22 minutos, colocaram o Moreirense a vencer confortavelmente ainda antes do intervalo, e Luther Singh lançou uma 'bomba' aos 72 que acabaria por sentenciar o jogo.

O Moreirense somou os primeiros três prontos, os mesmos do Gil Vicente, uma semana depois de a equipa de Barcelos ter surpreendido, no regresso à I Liga, com uma vitória (2-1) sobre o vice-campeão, o FC Porto.

Num jogo com poucas alterações nos dois 'onzes' face à jornada anterior - Kellyton e Erick foram as novidades nos gilistas, e Fábio Pacheco ocupou o lugar de Sori Mané no Moreirense - a turma de Barcelos até começou bem com uma arrancada de Lourency pela esquerda, a deixar Iago para trás e tentar servir Sandro Lima, que ficou a centímetros da emenda (seis minutos), mas quem acabou por dominar o encontro foi o conjunto de Moreira de Cónegos.

O Moreirense, que se estreava em casa após duas derrotas fora (1-0 em Setúbal para a Taça da Liga e 3-1 em Braga na primeira jornada do campeonato) chegou ao primeiro golo através de um cabeceamento cruzado de Fábio Abreu, após livre de Pedro Nuno (08 minutos).

O conjunto ‘cónego’ atacava bem pelos corredores e ganhava mais bolas perante uma defesa visitante muito nervosa. Perto do quatro de hora de jogo, aos 14, um remate de Fábio Abreu muito perto do alvo saiu por cima e meia dúzia de minutos depois, aos 20, foi a vez de Pedro Nuno tentar o segundo, mas o Gil conseguiu o alívio.

As ameaças acabaram por surtir o efeito desejado pelo técnico Vítor Campelos, que viu Bilel, após passe perfeito de Fábio Pacheco, fazer o 2-0, aos 22.

A resposta do Gil Vicente surgiu tímida e só um remate forte de Kraev de fora da área, mas a sair por cima (38 minutos), assustou de facto a defesa da casa.

No segundo tempo, o emblema orientado por Victor Oliveira apareceu mais atrevido, mas mantendo a incapacidade de se impor no jogo, enquanto o Moreirense se expunha pouco, aparecendo muito cauteloso.

Aos 51 minutos, Naidji, um dos poucos atletas que sobreviveu à revolução feita no clube barcelense face à época passada, tentou o golo com um cabeceamento por cima. Sandro Lima também mostrava estar insatisfeito com o resultado e copiando o colega argelino, tento de cabeça, depois de cruzamento de Lourency, mas a bola saiu ligeiramente ao lado da baliza à guarda de Pasinato (57).

E aos 72 minutos, o momento alto do jogo foi protagonizado por um sul-africano emprestado ao Moreirense pelo Sporting de Braga que tinha entrado em campo há quatro minutos e chegado a Moreira de Cónegos há quatro dias: Luther Singh acercou-se da entrada da área em zona frontal e ‘disparou’ ao ângulo superior esquerdo da baliza de Denis, assinando o 3-0.

Apesar da desvantagem pesada, o Gil Vicente reagiu e viu Lourency rematar à barra, aos 79, e depois para defesa do guardião brasileiro dos vimaranenses, aos 81, mas o conjunto barcelense não foi capaz de afinar a eficácia e reduzir a desvantagem.

Veja o resumo do encontro. 

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa