Portugal
Luisão emocionado por ser patrono de torneio que promove valores do desporto
2019-04-02 21:05:00
Tejo Cup decorre até 1 de maio em Santarém

O ex-futebolista Luisão apadrinhou hoje a sétima edição da Tejo Cup, que decorre até 01 de maio em Santarém, declarando-se “emocionado” por ser o patrono de um torneio que promove os valores do desporto entre os mais jovens.

Congratulando a organização (Associação de Futebol de Santarém) pelo que está “a fazer pelo desporto e pelas crianças”, Luisão disse que este foi um momento “muito, muito especial”.

“A gente já teve essa idade um dia e já sonhou como eles estão sonhando. Para mim, é motivo de muito orgulho fazer lembrar aquelas oportunidades que a gente batalhou tanto e eles hoje estão tendo”, declarou, enquanto tirava fotos e autografava camisolas dos jovens futebolistas que acompanharam a conferência de imprensa que decorreu no W Shopping (um dos patrocinadores do evento), em Santarém.

Escusando-se a fazer declarações sobre o dérbi de quarta-feira entre Benfica e Sporting para a Taça de Portugal, o ex-jogador benfiquista e atual dirigente do clube preferiu colocar o foco na “garotada” e no projeto que veio apoiar.

“Parabéns pelo que estão a fazer pelo desporto e pelas crianças. Além de desporto, do futebol propriamente dito, estamos falando de valores, de educação e hoje sinto-me até emocionado por ser o patrono de um torneio tão grande, até pelas palavras que ouvi”, declarou.

Luisão recordou o seu começo na modalidade, quando andava quilómetros e tinha o seu pai como treinador, para sublinhar que se evoluiu muito até à atualidade.

Dirigindo-se aos jovens, sublinhou que “nem todos vão conseguir ser jogadores de futebol, mas vão ter oportunidade de respeitar o adversário” e de aprender a superarem-se, pedindo que, acima de tudo, “desfrutem de toda a partida, de toda esta organização, de ser criança”.

O presidente da Associação de Futebol de Santarém (AFS), Francisco Jerónimo, afirmou que tem sido preocupação da organização do evento escolher patronos que sejam “exemplos para os miúdos”, não só pelas suas carreiras desportivas, como também pelo seu “posicionamento na vida social”.

Frisando que a escolha deste ano não foi fácil, dadas as muitas solicitações a que Luisão tem que responder, Francisco Jerónimo não escondeu a satisfação por poder ter entre os jovens da região alguém que “eles viram jogar”, já que só muito recentemente deixou os relvados.

Na sua sétima edição, a Tejo Cup tem a particularidade de permitir que todos os clubes dos 21 concelhos do distrito de Santarém estejam representados no torneio, sendo os jogadores selecionados por quotas em função do número de atletas inscritos.

“Essa é uma das singularidades deste torneio, permitir a representação de todos os clubes, dar oportunidade a todos os miúdos de virem a um evento diferente, de vestirem a camisola de uma seleção”, ficando depois com os equipamentos, afirmou.

Com as comunidades intermunicipais (CIM) do Médio Tejo e da Lezíria como “parceiros de excelência”, o torneio “obriga a que, localmente, por agrupamentos de concelhos, se faça uma seleção”, cada uma com uma estrutura, na qual participam dirigentes da AFS, o que permite a esta conhecer melhor o futebol distrital.

“Obriga a ir observar os 1.000 atletas - daí saem os 200 que fazem as 12 seleções. É uma aposta forte na promoção do futebol jovem e, por outro lado, uma grande amostragem para conhecermos melhor o futebol distrital”, afirmou.

A 7.ª edição da Tejo Cup arrancou no passado fim de semana, com jogos em Vila Chã de Ourique (Cartaxo) e em Minde (Alcanena), situando-se na Moçarria (Santarém) o outro campo para as seleções da zona sul e em Riachos (Torres Novas) o segundo campo para as disputas da zona norte.

As finais vão decorrer na manhã de 01 de maio, no Entroncamento, realizando-se à tarde a final da Taça do Ribatejo juniores.

Sê o primeiro a comentar:
Tags: