Portugal
Jovens bombardeiros do Benfica à espreita da centena de golos na Youth League
João Vasco Nunes
2017-09-12 20:00:00
Goleada frente ao CSKA Moscovo garante entrada positiva pelo quinto ano consecutivo, com mais craques a despontar

Nuno Santos, com um bis, José Gomes, Ricardo Araújo e o juvenil Úmaro Embaló. Foram estes os marcadores dos golos com que os juniores do Benfica se estrearam na edição de 2017/18 da Youth League, o equivalente à Liga dos Campeões para os mais jovens. Uma goleada por 5-1 na receção ao CSKA Moscovo ajudou as jovens águias a começarem a prova sem perder pelo quinto ano consecutivo, desde que esta começou, em 2013/14, além de ter deixado a equipa cada vez mais perto de chegar à centena de golos.

Sem golos, mas com grande influência no jogo encarnado esteve o extremo João Filipe, que criou o primeiro golo do encontro. O jovem campeão da Europa Sub-17 por Portugal, no verão passado, poderá ter em 2017/18 a época de afirmação, ele que na temporada passada viu uma lesão grave atrapalhar-lhe a pré-temporada. Já com experiência de equipa B, desde o ano passado, João Filipe afirma-se como o líder desta geração, a par de nomes como Zé Gomes, João Félix, Florentino Luís ou Gedson Fernandes. Depois, coube a Embaló, de apenas 16 anos, feitos em maio, fechar as contas. Mais jovens a florescer no jardim do Seixal.

Com o triunfo desta tarde no Seixal, o Benfica chegou aos 94 golos em 38 jogos nesta competição de jovens talentos, onde os atacantes se têm mostrado verdadeiros bombardeiros. No ano de estreia os encarnados conseguiram 15 golos na fase de grupos e mais dez até à final, perdida para o FC Barcelona. No ano seguinte foram mais 12 na fase de grupos e três até aos quartos-de-final. Em 2015/16… 29 na fase de grupos e mais um até aos quartos-de-final. E no ano passado 10 na fase de grupos e nove até à final, onde as águias perderam com o Red Bull Salzburgo. Uma média de 2,47 golos por jogo. Ora, a manter-se a média, com mais cinco jogos por disputar na fase de grupos, poderá ser já este ano que os jovens encarnados atingirão a marca centenária.

O Benfica, orientado sempre por João Tralhão, é mesmo a equipa com mais golos nesta competição e para isso muito contribuíram os 11-1 conseguidos frente ao Galatasaray, na Turquia, em 2015/16, na mesma época em que venceram por 8-0 na receção ao Astana. A equipa mais perto do registo das águias é o Real Madrid, com 87 golos, com mais um que o Chelsea, que já jogou esta tarde e também aplicou “chapa” 5 ao Qarabag. FC Barcelona tem 76 golos marcados, Atlético Madrid 74 e Paris Saint-Germain 70 e Manchester City.

Para este registo quase centenário Diogo Gonçalves foi o jogador que mais contribuiu, com onze golos, ele que já faz parte do plantel principal das águias. Logo atrás, vem Zé Gomes, que se apontar mais um golo nesta edição iguala o antigo colega de equipa. O top três é fechado por Hildeberto Pereira, que já não está ligado ao Benfica, depois de sair esta temporada para o Legia Varsóvia. Na lista surgem ainda nomes ilustres que se afirmaram mais tarde na equipa principal, como Gonçalo Guedes, com quatro golos, ou Renato Sanches, com um tento.

Melhores marcadores do Benfica na Youth League:

11 golos: Diogo Gonçalves

10 golos: Zé Gomes

9 golos: Hildeberto Pereira

8 golos: João Carvalho

7 golos: Romário Baldé

6 golos: João Félix e Rochinha

4 golos: Ricardo Araújo, Gonçalo Guedes e Nuno Santos

3 golos: Sarkic e Gilson Costa

2 golos: João Filipe e Nuno Valente Santos

1 golo: Filipe Soares, Florentino Luís, Mesaque Djú, Gedson Fernandes, Gonçalo Rodrigues, Renato Sanches, Francisco Ferreira, Estrela, Ricardo Carvalho, João Gomes, João Nunes e Úmaro Embaló

3 Autogolos

Sê o primeiro a comentar: