Portugal
José Mota deixa comando técnico do Desportivo das Aves
2019-01-16 11:40:00
Técnico sai um dia depois da eliminação da Taça, com avenses no último lugar do campeonato

José Mota deixou hoje de ser treinador do Desportivo das Aves, um dia depois da eliminação nas meias-finais da Taça de Portugal, prova ganha pelos avenses na época passada, informou o clube da I Liga de futebol.

"O Desportivo das Aves - Futebol SAD vem comunicar que José Mota deixou o cargo de treinador principal da equipa profissional de futebol", refere o clube num comunicado, indicando que se trata de uma "rescisão amigável do contrato".

Na mesma nota, o clube destaca José Mota como "uma figura incontornável da história" do Aves, recordando os "feitos históricos" da "manutenção inédita na I Liga e a incrível conquista da Taça de Portugal", além da subida de divisão, mas não especifica as razões da sua saída.

José Mota ingressou no Aves a 18 de fevereiro de 2017, para substituir Ivo Vieira, alcançando no final dessa época de 2016/17 a subida ao escalão principal, atrás do campeão Portimonense.

Voltaria ao clube em janeiro de 2018, depois das passagens menos conseguidas de Ricardo Soares e de Lito Vidigal pelo comando técnico da equipa, para tentar salvar o clube da descida à II Liga, o que viria a conseguir no final de uma época histórica, que terminou com a inesperada conquista da Taça de Portugal, após a vitória por 2-1 frente ao Sporting.

O experiente técnico, de 54 anos, iniciou a atual temporada no Aves, mas os resultados estão longe de corresponder às ambições do clube: no final da primeira volta do campeonato, o Aves ocupa o último lugar da I Liga, com 12 pontos, a quatro do Boavista, a primeira equipa acima da zona de despromoção.

O clube também já foi eliminado das taças da Liga e de Portugal e, nos últimos tempos, perdeu três elementos importantes do plantel, dois deles habituais titulares: El Adoua e Nildo Petrolina, a que se juntou na terça-feira Hamdou, sem que essas ausências até ao momento tenham sido compensadas. Aliás, de momento, o clube está impedido de inscrever novos jogadores.

No domingo, o Aves recebe o Vitória de Setúbal, no arranque da segunda volta.

Com a saída de José Mota, o Desportivo das Aves foi o sexto clube a mudar de treinador na I Liga 2018/19, repetindo o que já sucedera com o Sporting, Marítimo, Desportivo de Chaves, Rio Ave e Benfica.

Sê o primeiro a comentar: