Portugal
Jorge Simão: "Foi mais uma pancada forte"
Redação Bancada
2018-12-02 22:35:00
O treinador do Boavista considera que a equipa axadrezada foi "um osso duro de roer"

Jorge Simão, treinador do Boavista, não gostou da falta de atuação do VAR no possível penálti sobre Rochinha, frente ao FC Porto. "Afinal, qual é o papel do vídeoárbitro? O protocolo diz que ele pode intervir em quatro casos e o penálti é um deles. Se o lance é minimamente passível de discussão, o árbitro deveria ser obrigado a ir ver, porque é difícil de interpretar em lance corrido. É normal ele não ter visto, mas acaba por ser um lance capital que podia ter resolvido o jogo", disse o técnico dos axadrezados na flash interview da SportTV.

O treinador do Boavista estava resignado com o desfecho desfavorável à sua equipa. "Foi mais uma pancada forte, porque na verdade acho que não passava pela cabeça de ninguém perder o jogo. O FC Porto não estava a ser ameaçador, é uma adversidade grande, sofremos uma pancada destas quase a caminho dos balneários. Agora é crescer na adversidade e fazê-los perceber isso, principalmente o Gonçalo Cardoso, era o que estava mais afetado, mas fez uma exibição brilhante".

O técnico do Boavista considerou ainda que a sua equipa foi "um osso duro de roer", mas "o FC Porto não desistiu". "Acho que merecíamos mais, foi um jogo intenso, de luta, o FC Porto a isso obriga, mas tivemos qualidade, não conseguimos foi fazer um golo".

Sê o primeiro a comentar: