Portugal
Jogo entre o Belenenses e o Belenenses não se realizou por falta de comparência
2019-01-27 16:55:00
'Guerra' entre o Clube de Futebol Os Belenenses e a Belenenses SAD continua

Este sábado, a 'guerra' entre o clube e a SAD Belenenses conheceu um novo capítulo, num dia em que ia acontecer um jogo insólito: o Belenenses ia defrontar o Belenenses nos sub-16, jogo do Campeonato Distrital da Associação de Futebol de Lisboa. 

O Clube de Futebol os Belenenses havia prometido e cumpriu: a equipa Escola de Futebol Belém Estádio do Restelo não compareceu ao jogo por entender que do outro lado está um emblema usurpador. A SAD foi impedida por um Tribunal de Lisboa de utilizar os símbolos e nomes do Belenenses, algo que não tem cumprido. 

Por isso, a equipa não compareceu no Campo das Salésias, que tinha o portão fechado com a equipa da SAD e os árbitros chegaram ao local. 

"Na porta encontrava-se, apenas, um vice-presidente do clube, qual porteiro. Estamos a falar de jovens de 15 anos que ficaram impedidos de fazer aquilo que mais gostam, que é jogar futebol", escreveu o diretor-geral da SAD, José Luís, citado pelo Sapo Desporto. "Quem é o responsável? Um homem que fala bem mas só para alguns e que pensa poder fazer e dizer tudo. Em 30 anos de futebol, desde as escolas aos seniores, nunca vi ou vivi situação semelhante", acrescentou. 

O diretor-geral da SAD acusa o presidente do Clube de Futebol Os Belenenses de não ter "capacidade intelectual, destreza ou conhecimento para chegar a dirigente profissional" e, por isso, "nunca vai passar de amador". 

De resto, a troca de palavras entre os dirigentes dos dois clubes adensou-se na semana que antecedia o duelo, com Rui Pedro Soares, presidente do Belenenses SAD a acusar o homónimo do Clube de Futebol de incitamento ao ódio e à violência. 

"Vamos fazer participação contra o presidente do clube. Pela primeira vez na história do futebol de formação - e estamos a falar de miúdos - há um presidente a incitar ao ódio. A responsabilidade do que acontecer será do Dr. Patrick Morais de Carvalho", afirmou. 

Sê o primeiro a comentar:
Tags: