Portugal
Jesus, “à Jesus”, tem aposta para o clássico e quer mérito por Raphinha e Jovane
Redação Bancada
2018-10-07 07:50:00
Benfica e FC Porto defrontam-se neste domingo (17h30).

“Os jogadores [do Benfica] estão fartos de não ganhar o clássico. Algum dia terá de ser”. Quem o diz é Jorge Jesus, ao “Record”, não tendo problemas em lembrar o registo negativo de Rui Vitória frente ao FC Porto.

A propósito: já leu as onze pistas para este jogo? Fala-se deste registo de Rui Vitória.

Jorge Jesus atribuiu favoritismo ao Benfica, por várias razões: “O Benfica poderá ser mais forte também por aquela questão [falta de vitórias frente ao FC Porto] (…) e poderá ser favorito também porque do meio-campo para a frente tem jogadores muito rápidos e desequilibradores (…) na Luz tornam-se ainda mais perigosos. Apoiado pelo público, ganha 20 a 30 por centro de valorização do seu jogo. São 60 mil gargantas sempre a gritar”.

O ex-treinador de Benfica e Sporting olhou para as duas equipas do clássico: “O FC Porto é mais equilibrado e seguro, enquanto o Benfica é mais forte do ponto de vista ofensivo e criativo”.

Raphinha e Jovane? “Fui eu”

Jesus aproveitou ainda para falar de dois jovens a surgir no Sporting. Diz que foi ele quem contratou Raphinha e que foi o primeiro a dar uma oportunidade a Jovane. “Fui buscar o Raphinha e desejava tê-lo tido em janeiro (…) tem muito talento e gostava de o ter treinado”, disse, sobre o ex-Vitória de Guimarães, antes de falar de Jovane: “Fez a pré-época connosco e teve uma lesão que o afastou um mês. Não fosse isso e teria dado ainda mais dores de cabeça aos jogadores da primeira equipa”.

Sê o primeiro a comentar: