Portugal
“Íamos ficar sem equipa e não saiu assim tanta gente"
2019-06-19 21:05:00
Fernando Saul rebate críticas à preparação da próxima época do FC Porto

O oficial de ligação aos adeptos do FC Porto, Fernando Saul, usou as redes sociais para responder aos críticos “sem rosto” que só encontram problemas na preparação da próxima época.

Os dragões já venderam Éder Militão e Felipe e, entre outros, vão perder Brahimi e Herrera, cujos contratos expiraram, mas ainda só confirmaram um reforço, Renzo Saravia.

“Ainda bem que não se anuncia mais nenhum nome e serão todos anunciados na altura certa para atacar a nova época”, considerou o oficial portista.

“É que cada vez que aparece um nome dos 120 reforços já contratados nos jornais, o rapaz tem sempre defeitos, é sempre fraco, não joga nada, é novo ou velho, a culpa é deste ou daquele”, reforçou.

Fernando Saul rebateu também as críticas aos novos equipamentos, que “se calhar” deviam ser... “vermelhos”.

“De facto, vivemos num país em que toda a gente sabe tudo e percebe de tudo, as coisas no futebol e país deviam ser geridas sem rosto por trás de um teclado”, ironizou.

“Para já não esta mal”, continuou Fernando Saul: “Íamos ficar sem equipa e não saiu assim tanta gente, vamos jogar com 11 de certeza, nem que seja uma equipa fraca como a das últimas duas épocas, que numa foi campeã e na última esteve nas finais todas e perdeu o campeonato na última jornada, e todos sabemos como, e só chegou aos quartos da Champions”.

Garantindo confiar em Pinto da Costa e Sérgio Conceição, o oficial do FC Porto concluiu: “Hoje, os maiores inimigos dos clubes estão sem rosto por trás dos teclados”.

Sê o primeiro a comentar:
Tags: