Portugal
"Há tantas estórias, mesmo antes do Apito Dourado", diz ex-dirigente encarnado
2019-05-14 18:40:00
Antigo dirigente benfiquista lembra Pinto da Costa dos tempos passados

Gaspar Ramos, antigo dirigente do Benfica, não gostou de ouvir Pinto da Costa deixar reparos às arbitragens e lembra que é do tempo em que "os jogadores do FC Porto só precisavam de atirar a bola para a frente que já estavam a ser marcados livres e grandes penalidades".

Em declarações à 'Renascença', o antigo diretor do Benfica explica que "há tantas estórias, mesmo antes do Apito Dourado" e que "Pinto da Costa está distraído".

Sobre este campeonato, Gaspar Ramos lembra que o FC Porto "teve muito mais ajudas do que as que considera [Pinto da Costa] que o Benfica teve".

Perante isto, para Gaspar Ramos só existe uma leitura das palavras do presidente portista. "Está a tentar dar a ideia que o Benfica não é o justo vencedor, mas está a esquecer-se de olhar para trás."

Se o Benfica conquistar o campeonato, o antigo dirigente assume a quem devem ser dados os méritos: Lage e Rui Vitória. "Estamos agradecidos, fez o seu percurso [Rui Vitória], mas era preciso mudar. Lage mudou o que tinha a mudar e há que reconhecer a sua capacidade".

Sê o primeiro a comentar: