Portugal
"Há criminosos infiltrados no futebol", insiste António Salvador
2019-06-02 15:30:00
Presidente do SC Braga renova ataque ao Conselho de Arbitragem

A temporada 2018/19 já terminou para os clubes portugueses, mas António Salvador mantém a mira no Conselho de Arbitragem (CA), reiterando que há "criminosos infiltrados no futebol".

O presidente do SC Braga repetiu o que já tinha dito após o jogo com o FC Porto, citando a eurodeputada Ana Gomes, que falou dos "criminosos infiltrados no futebol" quando comentou a detenção de Rui Pinto.

"Eu citei o que ela disse. Toda a gente se indignou, o que se veio a verificar é que disse uma verdade", salientou o dirigente, em entrevista ao Record.

"Houve denúncias de nomeações do Conselho de Arbitragem e o próprio Conselho de Arbitragem veio logo alterar aquilo que vinha a ser feito. Isso não é uma infiltração? É, tenho que denunciar. Se não há infitrados, porque é que o CA veio a mudar as nomeações e a divulgação com a antecedência que estava a fazer? Porque alguém denunciou publicamente as nomeações dos árbitros", reforçou António Salvador.

O presidente do SC Braga não tem dúvidas: a própria atuação do CA, que mudou o sistema das nomeações com a época em curso, deu-lhe razão na acusação.

"O que eu disse foi uma citação de uma eurodeputada e, dias depois, [o tempo] veio dar-me razão, as minhas declarações tinham razão, de facto há pessoas infiltradas no futebol", insistiu.

Na mesma entrevista, Salvador afirmou que o "foi beneficiado todo o ano" e que recusou "vender o Dyego [Sousa] a um concorrente na luta pelo título", referindo-se ao Benfica.

Sê o primeiro a comentar: