Portugal
Gudelj: "Quero ser recordado como um jogador que ajudou a equipa a ser campeã"
Redação Bancada
2018-09-13 20:15:00
Gudelj revelou que vê Bas Dost como "a definição perfeita de um avançado holandês".

Gudelj, reforço do Sporting para esta época, abriu o livro em entrevista ao canal do clube e salientou que pretende ser recordado como "um bom jogador" e por ajudar a equipa leonina "a ser campeã". "Quero ser recordado como um bom jogador, que ajudou a equipa a ser campeã. Só posso prometer que vou dar o meu melhor", referiu o médio sérvio.

O jogador revelou ainda que falou com José Peseiro quando ainda estava na China e elogiou os métodos do técnico. "Falei com o treinador quando ainda estava na China. Ele ligou-me. Conversámos para que pudesse conhecê-lo melhor e ao Sporting. Foi muito simpático. Gosto do facto de saber o que quer e de fazer tudo o que pode para alcançar os seus objetivos. Também tenho gostado dos treinos porque não são muito longos, mas são bastante intensos. A qualidade do treino é elevada", considerou.

Gudelj confidenciou também que não gosta muito de falar sobre si próprio, mas explicou aquilo que pode oferecer ao Sporting dentro das quatro linhas. "Costumo sublinhar o quanto trabalho em campo para ajudar os meus colegas. Sou um jogador forte, que chuta à baliza, porque uma das minhas melhores qualidades é o remate de meia distância. Posso correr mais na posição oito, enquanto como seis preciso de segurar a defesa quando a equipa está a atacar, já que sou um dos primeiros obstáculos no momento da perda de bola. A oito participo mais ofensiva e defensivamente, e permite-me rematar com maior regularidade. Se tiver espaço a 20 metros da baliza vou rematar, de certeza", apontou o médio.

Questionado sobre o futebol português, Gudelj considerou que "há quatro ou cinco clubes que mostram uma atitude positiva". O médio jogou contra Bas Dost na Holanda e vê o atacante da equipa leonina como "a definição perfeita de um avançado holandês".

Sê o primeiro a comentar: