Portugal
GD Chaves e o oxigénio das taças para colmatar a asfixia no campeonato
Fernando Gamito
2018-12-05 11:00:00
Os resultados positivos conseguidos por Daniel Ramos nas taças contrastam com a 'lanterna vermelha' no campeonato.

Não tem sido nada fácil o começo de época para Daniel Ramos no GD Chaves. Na época de estreia do treinador no comando técnico dos flavienses, a equipa transmontana encontra-se em maus lençóis no campeonato, mais precisamente na última posição da Primeira Liga, quando já estão disputadas onze jornadas. No entanto, o emblema de Trás-os-Montes tem conseguido encontrar a bonança nas taças, com resultados que dão esperança na prova rainha do futebol português, assim como na Taça da Liga.

Duas vitórias, um empate e oito derrotas. É este o saldo do GD Chaves no que concerne a compromissos do principal escalão português nesta época. Os únicos triunfos somados pelos flavienses até este momento tiveram lugar diante de Boavista e Portimonense. A igualdade somada no final dos 90 minutos para o campeonato foi com o Benfica. Para além disso, foram desaires com FC Porto, Marítimo, SC Braga, Santa Clara, Rio Ave, Aves, Sporting e Vitória de Guimarães, nesta última ronda. Assim sendo, os transmontanos levam cinco encontros consecutivos a perder na Primeira Liga e seis sem conhecer o sabor do triunfo. O GD Chaves é o ‘lanterna vermelha’ da competição, a dois pontos de distância de Feirense, Boavista e CD Tondela. Ainda assim, é de assinalar que os flavienses já defrontaram os quatro candidatos ao título.

No entanto, a história nas taças tem sido outra. No que concerne à Taça de Portugal, o conjunto de Daniel Ramos conseguiu vencer as duas eliminatórias que já disputou, perante Pedras Salgadas (4-1) e Santa Clara (2-1). Nos oitavos de final da competição, os flavienses vão ter pela frente o Aves, atual detentor do troféu. Relativamente à Taça da Liga, os transmontanos têm os mesmos quatro pontos que o FC Porto no Grupo C da competição, fruto de um empate com os azuis e brancos e uma vitória sobre o Belenenses SAD. Na última jornada desta fase da prova, o GD Chaves joga contra o Varzim, enquanto os dragões medem forças com o Belenenses.

O onze predileto de Daniel Ramos nesta temporada, com base nos minutos em campo, tem sido com Ricardo a defender as redes da baliza flavienses, uma defesa composta por Paulinho, Marcão, Maras e Luís Martins, sendo que Eustáquio, Bruno Gallo e Renan Bressan pautam o meio-campo e o ataque a ser complementado com Perdigão, William e Avto. Será tempo do técnico mudar alguma coisa de forma a obter os resultados pretendidos nos compromissos de campeonato, assim como tem conseguido nas taças?

Sê o primeiro a comentar: