Portugal
“Fui fazer exames com a minha mulher e o diagnosticado com cancro fui eu”
2019-09-09 11:00:00
Layún fala do tumor do rim e do exame de rotina que se transformou num “balde de água fria”

Em entrevista à Marca, o antigo jogador do FC Porto falou a mais dura batalha da sua vida, quando teve de enfrentar um cancro do rim, detetado em maio passado.

“Foi algo estranho, porque eu não apresentava quaisquer sintomas. E os exames ao sangue não detetaram nada. Era um exame geral que eu queria fazer com minha mulher, porque ela normalmente não é submetida a exames médicos. Uma vez que estamos muito expostos a diversas doenças, pedi-lhe para ela ir. E como ela não estava muito disposta, propus acompanhá-la. No final, o diagnosticado fui eu”, contou o mexicano.

O internacional mexicano fala de um “balde de água fria”: “No início, falava-se de um quisto complexo. No entanto, uma semana depois, os médicos disseram-me que se tratava de um tumor”.

Submetido a uma cirurgia, que correu bem, Layún passou por um processo de recuperação, também ele bem sucedido. Fica a experiência marcante e o exemplo da necessidade de efetuar exames de rotina.

"O tumor estava completamente encapsulado. O que os médicos fizeram foi removê-lo, assim como alguns tecidos moles, e verificar que não havia outros órgãos afetados. Não houve necessidade de quimioterapia e radioterapia, porque foi detetado a tempo”, recorda.

O mexicano emocionou-se, ao lembrar esta experiência. E sente-se grato pelas inúmeras mensagens de apoio, de jogadores como Casillas ou Óliver Torres, mas sobretudo de anónimos.

“Casillas ou Óliver escreveram-me. No entanto, o que mais me surpreendeu não foram as pessoas próximas, mas aquelas que se deram ao trabalho de me enviar uma mensagem de encorajamento, e sobretudo aquelas que não me conhecem pessoalmente. Tenho de o agradecer muitíssimo”, realça.

Necessariamente, Miguel Layún é um homem diferente. “Nunca valorizamos o simples facto de estarmos aqui, vivos, com os nossos entes queridos”, resume.

Superada a batalha, chega o gesto altruísta. Abordou um grupo de amigos mexicanos e decidiu apoiar fundações que se dedicam ao combate ao cancro.  

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa