Portugal
Fuga de informação sobre auditoria forense é "lamentável", diz Rogério Alves
2019-04-15 10:20:00
Dirigente leonino desagradado com forma como a auditoria foi conhecida publicamente

O presidente da Mesa da Assembleia-Geral do Sporting considera ser "lamentável" que uma auditoria forense às contas do clube, relativas ao tempo em que Bruno de Carvalho liderou os destinos dos leões, tenha sido passada para o exterior e divulgada na imprensa.

Em declarações no Núcleo Sportinguista de São Miguel, nos Açores, citado pelo 'Record', Rogério Alves salientou "a fuga de informação é um método de abordagem do fenómeno sportinguista que não" lhe "agrada".

"Não se sabem os responsáveis...", referiu, deixando claro que não quer os leões "sufocados pelos fantasmas do passado."

O dirigente leonino, que comanda o órgão máximo do clube por representar os associados, sustenta ainda que "o Sporting não se devia desgastar no debate público da anatomia da auditoria".

"Se houver algo que deva seguir para o Conselho Fiscal e Disciplinar ou para o Ministério Público, que vá", indicou, referindo que o clube precisa de "unidade, tranquilidade, continuidade e investimento".

Na última semana, recorde-se, a auditoria forense às contas leoninas foi tornada pública na imprensa e levanta dúvidas sobre dinheiro que seguiu para parte incerta.

Em comunicado, o Conselho Diretivo do Sporting explicou já que o mesmo documento, que “está concluído”, foi entregue “às entidades de investigação nacionais e ao Conselho Fiscal e Disciplinar” do emblema 'leonino', além de ter pedido para o disponibilizar para consulta “a todos os sócios com quotas em dia” a partir de sexta-feira.

 

Sê o primeiro a comentar: