Portugal
Francisco J. Marques acusado de sete crimes no caso dos emails
2020-02-28 15:05:00
Também Júlio Magalhães e Diogo Faria estão visados

O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, foi acusado de sete crimes, seis de violação de correspondência e um de acesso indevido e divulgação, no Porto Canal, de conteúdo dos emails do Benfica, segundo o Correio de Manhã.

Para além disso, Júlio Magalhães, diretor do Porto Canal, vai responder por três crimes de violação de correspondência.

Diogo Faria, coautor do livro 'O Polvo Encarnado', foi acusado de dois crimes.

De acordo com o mesmo jornal, os advogados do Benfica não quiseram tecer comentários sobre este assunto.