Portugal
"Fomos mais fortes na adaptação ao estado do terreno", diz Ivo Vieira
2020-03-01 23:00:00
Treinador do Vitória de Guimarães lembra jogo realizado num campo "completamente encharcado"

A chuva intensa que caiu em Guimarães tornou mais "difícil" o triunfo do Vitória sobre o Tondela, na análise de Ivo Vieira.

"Foi um jogo difícil, pelo estado do campo, que estava completamente encharcado. O jogo que se perspetivava, contra uma equipa boa, que joga muito pelo chão, não aconteceu. Fomos mais fortes na adaptação ao estado do terreno. Tomámos boas decisões na primeira fase de construção do ataque, não arriscando tanto. Conseguimos os dois golos na primeira parte. Foi fundamental. Na segunda parte, criámos oportunidades em transição. O Tondela criou-nos imensas dificuldades na segunda parte. Obviamente, se uma daquelas transições tivesse dado golo, teríamos resolvido o jogo. Houve situações em que poderíamos ter feito mais golos, mas o Tondela também", analisou.

O técnico considerou que o Vitória "não tem falta de eficácia", lembrando que a turma de Guimarãs tem "o terceiro melhor ataque da I Liga", com 38 golos, em igualdade com SC Braga.

"Adaptámo-nos melhor ao terreno, mas não temos um plantel com jogadores de ‘guerra'. Não é a tipologia do nosso plantel. Há várias equipas que nos igualam ou superam no aspeto físico. Temos um objetivo final, de chegar a um lugar mais acima na tabela [face ao sexto lugar atual]. Queremos consegui-lo. Hoje, quem consegue dois triunfos consecutivos na parte intermédia da tabela, tanto na parte de cima, como na parte de baixo, aproxima-se logo das equipas de cima ou foge àquelas que estão no fundo. É importante ter esta sequência de dois resultados positivos, mas vamos atrás do terceiro [na visita ao Paços de Ferreira], acreditando que, a cada dia, podemos fazer melhor", concluiu Ivo Vieira.