Portugal
Fernando Santos: “Assinaria já o empate”
Redação Bancada
2018-11-08 12:55:00
O técnico recusou que André Gomes e João Mário sejam a "artilharia pesada"

Ao contrário do que é habitual nos treinadores e jogadores, Fernando Santos, selecionador nacional, não teve problemas em assumir que assinaria já um empate frente à Itália, no dia 16, para a Liga das Nações. “Se assinaria por baixo um empate? Claro que qualquer um diria que sim. Mas se partirmos para o jogo com esse princípio corremos o risco de tornar decisivo o jogo com a Polónia”, disse, recordando que, se vencer a Itália, no dia 16, Portugal apura-se para a final four da Liga das Nações, não precisando de vencer a Polónia, no dia 20.

Sobre a ausência de Ronaldo na lista de convocados, Fernando Santos falou pouco: “Isso está esclarecido desde a última convocatória (...) em relação ao Ronaldo, a única coisa que eu digo é que ele merece a Bola de Ouro. Será uma injustiça se não ganhar”. O técnico recusou ainda que as chamadas de André Gomes e João Mário possam ser consideradas “o regresso da artilharia pesada”. "Não chamei nenhuma artilharia pesada, a equipa respondeu muito bem nos últimos jogos que realizámos, por isso estou muito satisfeito e desejo que continue a mostrar a mesma capacidade", disparou.

Acerca do jogo com a Itália, Fernando Santos lembrou que esta equipa italiana tem pouco que ver com aquela que foi derrotada por Portugal, na Luz. “A Itália está num processo de crescimento grande e não tem nada que ver com o que foi aqui. É uma equipa com um perfil diferente. Uma equipa que subiu muito e que fez um grande jogo na Polónia. E com Verrati é uma equipa diferente. Nem sequer vou mostrar aos jogadores nada daquele primeiro jogo contra nós”, explicou, elogiando: “É uma equipa top mundial. Não é por ter estado afastada do Mundial que deixou de ser”.

Sê o primeiro a comentar: