Portugal
Famalicão vence Rio Ave e promete na apresentação aos sócios
2019-07-27 22:00:00
Vitória por 2-1

O Famalicão venceu hoje o Rio Ave por 2-1, num jogo de futebol que já ‘cheirou' a I Liga e que serviu de apresentação aos seus sócios e adeptos para a temporada 2019/20.

A equipa da casa, de regresso à I Liga 25 anos depois, marcou por Anderson, aos 11 minutos, o Rio Ave empatou aos 61, por Bruno Moreira, mas Guga, com o golo da noite, recolocou o Famalicão em vantagem, aos 72, e assegurou uma justa vitória.

O jovem médio formado no Benfica, que o emprestou na época passada aos gregos do Panetolikos, um dos 19 reforços do Famalicão, foi um dos melhores da partida, porque, além do grande golo que deu a vitória aos famalicenses, esteve sempre muito ativo a defender e a atacar.

O Rio Ave, que ainda só venceu uma vez nesta pré-época, tendo somado a quarta derrota, esteve melhor na segunda parte, mas a primeira foi muito fraca e Carlos Carvalhal tem ainda algum trabalho pela frente.

O ‘onze' inicial do Famalicão refletiu as muitas contratações, com apenas dois jogadores que transitaram da época passada, o guarda-redes Defendi e o avançado Anderson, que foi um autêntico 'quebra-cabeças' para a defesa vila-condense, sobretudo na primeira parte.

Já o Rio Ave apresentou somente dois reforços na equipa que iniciou a partida, o guardião polaco Kieszek, um regresso a Portugal, e o defesa esquerdo Pedro Amaral, e a equipa mostrou debilidades em todos os setores nos primeiros 45 minutos.

O marcador foi aberto aos 11 minutos, com Anderson a não perdoar perante Kieszek, poucos segundos depois de Pedro Gonçalves ter falhado perante o mesmo guarda-redes.

Com os ânimos algo exaltados entre os jogadores das duas equipas, o Rio Ave não existiu ofensivamente na primeira metade, pelo que foi quase com naturalidade que surgiu transfigurado na segunda parte.

Aos 50 minutos, Tarantini ficou isolado na ‘cara’ de Defendi, mas preferiu tentar assistir um companheiro e o lance perdeu-se e, pouco depois, alvejou mesmo a baliza contrária, de cabeça, mas o guarda-redes brasileiro fez uma grande defesa (56).

O Rio Ave chegaria ao empate aos 61 minutos, por Bruno Moreira, após um grande passe de Carlos Mané, que entrou ao intervalo: o ponta-de-lança mostrou frieza perante Defendi, rematando rasteiro.

Pouco depois, aos 64, novo lance de perigo para os forasteiros, com um remate de Diego após um livre indireto, mas seria o Famalicão a voltar a marcar, contra a corrente do jogo, com um remate de primeira de Guga, de pé esquerdo, de fora da área, levando a bola ainda a embater na barra antes de entrar.

As alterações nos dois lados, com destaque para a estreia do adolescente João Neto (16 anos) no Famalicão, quebraram muito o ritmo da partida e o resultado manteve-se até ao fim.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa