Portugal
Famalicão regressa às vitórias e cola-se ao FC Porto 
2019-10-30 23:15:00
Vitória por 2-1 sobre o Gil Vicente

O Famalicão igualou hoje o FC Porto na segunda posição da I Liga portuguesa de futebol, depois de vencer o Gil Vicente, por 2-1, em jogo da nona jornada.

Os famalicenses regressam assim às vitórias, depois da primeira derrota na última jornada frente ao FC Porto, com golos de Toni Martinez e de Anderson. O Gil Vicente reduziu nos minutos finais através de Sandro Lima.

O Gil Vicente entrou para esta partida com a intenção de tentar sair dos últimos lugares da tabela e à procura da vitória que foge desde a primeira jornada (frente ao FC Porto). A tarefa acabou por não ser concretizada e os barcelenses continuam sem conseguir conquistar qualquer ponto fora de portas.

O Famalicão, por outro lado, entrou em campo à procura do regresso aos triunfos, depois da derrota no Dragão. Algo que aconteceu e permitiu à formação da casa alcançar o FC Porto, que empatou na Madeira frente ao Marítimo, e ficar a dois pontos do líder Benfica.

O Gil Vicente acabou por entrar melhor na partida, contrariando qualquer tendência de favoritismo atribuída ao Famalicão, conseguindo criar algumas oportunidades de perigo e condicionando os ataques da equipa famalicense.

A primeira oportunidade de perigo aconteceu aos cinco minutos, exatamente para a formação de Barcelos. Kraev apareceu isolado, deixando para trás Vaná, mas acabou por não conseguir rematar para a baliza.

Entretanto, e com o decorrer do jogo, o Famalicão começou a organizar o sistema de jogo, conseguindo assim chegar com mais facilidade junto da baliza de Denis.

O golo do Famalicão, depois de algumas ameaças, acabou por acontecer aos 21 minutos por intermédio de Toni Martinez. O jogador da equipa famalicense regressou ao onze depois de no último jogo ter dado lugar a Anderson. Após um cruzamento na direita, e depois de uma grande confusão na área gilista, o espanhol apareceu oportuno e colocou a bola dentro da baliza.

O Gil Vicente reagiu e Kraev tentou por diversas vezes o empate. Aos 36 minutos o jogador búlgaro, num livre frontal, atirou a bola que acabou por rasar a barra.

Aos 41 minutos, os gilistas reclamaram uma grande penalidade por uma suposta falta sobre o avançado Naidji. Nos protestos, o treinador Vítor Oliveira acabou por ser expulso.

Naidji acabou por voltar a protagonizar novo lance de perigo, desta feita aos 45 minutos, a poucos segundos do intervalo, com uma cabeçada colocada que obrigou Vaná a uma defesa aparatosa.

Para o segundo tempo, as duas equipas entraram mais lentas e cautelosas, obrigando a um jogo mais morno e equilibrado.

Centelles, aos 75 minutos, rematou à baliza do Gil, fazendo a bola rasar o poste, e três minutos depois, Fernando Fonseca evitou que Fábio Martins conseguisse encostar para a baliza deserta.

O segundo golo acabou por surgir aos 80 minutos, numa altura em que os famalicenses assumiam por completo o controlo do jogo. Centelles saiu em contra-ataque, deixou a bola para o recém-entrado Anderson, que, à saída de Denis, rematou para o fundo das redes.

A partir desse momento, João Pedro Sousa limitou-se a gerir o resultado, uma tarefa que não foi cumprida na perfeição visto que o Gil Vicente conseguiu reduzir já bem perto do apito final, por intermédio de Sandro Lima.

O Gil Vicente pressionou nos minutos finais, mas sem efeito, e a vitória acabou por não fugir ao Famalicão.

Jogo disputado no Estádio Municipal de Famalicão, em Vila Nova de Famalicão.

Famalicão - Gil Vicente, 2-1.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Toni Martinez, 21 minutos.

2-0, Anderson, 80.

2-1, Sandro Lima, 90.

Equipas:

- Famalicão: Vaná, Centelles, Roderick, Nehuen Perez, Lionn, Racic, Gustavo Assunção, Pedro Gonçalves (Guga, 68), Fábio Martins (Patrick William, 83), Toni Martinez (Anderson, 73) e Diogo Gonçalves.

(Suplentes: Defendi, Guga, Walterson, Ofori, Rúben Lameiras, Wanderson e Patrick William).

Treinador: João Pedro Sousa.

- Gil Vicente: Denis, Fernando Fonseca, Nogueira, Rúben Fernandes, Henrique Gomes, Soares, João Afonso, Kraev (Lourency, 66), Baraye (Sandro Lima, 63), Arthur Henrique (Erick, 71) e Naidji.

(Suplentes: Bruno, Alex Pinto, Lourency, Erick, Juan Villa, Leonardo e Sandro Lima).

Treinador: Vítor Oliveira.

Árbitro: Cláudio Pereira (AF Aveiro).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Racic (24), Henrique Gomes (29), Guga (54), Lionn (75). Cartão vermelho direto para Vítor Oliveira (43).

Assistência: Cerca de 3.500 espetadores.