Portugal
Famalicão bate Belenenses SAD e segue na liderança da I Liga
2019-09-28 23:25:00
Anderson saltou do banco para bisar no encontro

O Famalicão garantiu a permanência na liderança da I Liga portuguesa de futebol depois de vencer o Belenenses SAD, por 3-1, no sábado, numa partida em que Anderson foi a figura, ao marcar dois golos na reviravolta.

Em Famalicão, o momento de sonho e euforia foi prolongado graças aos golos de Pedro Gonçalves (61) e Anderson (80 e 87), que anularam o tento inaugural de Tiago Esgaio (44) e mantiveram os famalicenses no topo, com seis vitórias e um empate. A par do Boavista, é a única equipa invicta na prova.

A formação da casa viu o adversário ser superior e a conseguir criar mais oportunidades de golo, mas também ineficaz. No segundo tempo, e depois de o treinador fazer ajustes na equipa, o rumo mudou e o Famalicão conseguiu mostrar o porquê de estar isolado na liderança.

O Belenenses SAD entrou melhor no encontro e essa supremacia viu-se ao longo dos primeiros 45 minutos. Numa altura em que faltava um minuto para o intervalo, um contra-ataque dos ‘azuis’ levou a bola ao lado direito, onde Gonçalo Silva cruzou para Tiago Esgaio fazer o golo ao segundo poste.

Na segunda parte, o Belenenses voltou a entrar melhor, a exercer maior pressão junto da baliza adversária, e teve uma oportunidade flagrante, aos 49 minutos, mas o remate forte de Licá foi desviado do golo numa espetacular intervenção do guarda-redes Defendi.

Entretanto, e num período ascendente da formação de Lisboa, João Pedro Sousa fez alterações na equipa, apostando em Anderson. Nessa altura, o Famalicão mudou a dinâmica de jogo e passou a ser mais perigoso e organizado.

E o golo do empate não tardou em chegar. Aos 61 minutos, Lameiras cruzou na direita e Pedro Gonçalves cabeceou de cima para baixo, sem que Koffi conseguisse impedir o golo.

A partir desta altura o jogo ficou partido e muito confuso, com as duas equipas a quererem desfazer o empate e a procurarem o golo, de qualquer maneira.

Aos 71 minutos, o Belenenses SAD esteve perto de o conseguir. Licá, em posição favorável, tinha tudo reunido para conseguir marcar, mas acabou por atirar à figura de Defendi.

Dois minutos depois, e a espelhar bem o equilíbrio que se vivia nesta fase do jogo, foi a vez do Famalicão ter a oportunidade de marcar. Após uma boa jogada de Lameiras, que terminou com um remate forte à baliza e Koffi a segurar a bola em dois tempos.

O Famalicão ganhava moral e as alterações feitas por João Pedro Sousa - mais concretamente Anderson - acabaram por resolver a partida.

Aos 80 minutos, e após um corte perfeito e limpo de Gustavo Assunção, a bola chegou a Guga, que lançou Anderson. O avançado brasileiro entrou na área pelo centro, evitou um adversário e ‘bombardeou’ a baliza de Koffi, sem qualquer hipótese de defesa.

Muito motivado, o Famalicão manteve o ritmo, perante um Belenenses SAD já pouco crente e sem soluções para combater a superioridade famalicense, e fez o terceiro, aos 87, com Anderson a encostar após cruzamento de Fábio Martins da direita.

Até ao final, a formação da casa teve mais oportunidades para aumentar a vantagem perante um adversário completamente desorientado e já distante do jogo.