Portugal
"Faltou-nos sermos melhor sem bola", admite Costinha
2019-03-10 18:50:00
Técnico do Nacional assume que o jogo fica marcado pelos três golos na primeira parte

Costinha, o técnico do Nacional, admitiu que os três golos sofridos na primeira parte foram determinantes para a goleada do Portimonense (5-1). Em conferência de imprensa, o treinador dos insulares admitiu que a equipa deveria ter sido melhor sem bola e que continua a pecar na finalização. 

"A minha equipa, na primeira parte, não fez um jogo mau, mas deveria de ter sido mais agressiva e eficaz. Não fomos bons sem bola. Melhorámos na segunda parte, mas o Portimonense tem melhores jogadores, muito bons em termos de eficácia e, naturalmente foi mais eficaz. Por algumas vezes, tivemos quase sempre próximos de entrar no jogo e não sei até que ponto foi falta evidente no golo que marcámos e que foi anulado", começou por analisar. 

"Faltou-nos na primeira parte sermos melhores sem bola, mas, na segunda, melhorámos e procurámos o segundo golo. Faltou-nos na primeira parte sermos melhores sem bola, mas, na segunda, melhorámos e procurámos o segundo golo. O Portimonense foi mais eficaz. Em quase todos os jogos tivemos muitas ocasiões, mas não temos sido eficazes. Temos de saber defender bem e termos coragem. O plantel, um dos mais baratos da I Liga, apesar de tudo, tem feito coisas muito boas", concluiu. 

Sê o primeiro a comentar: