Portugal
"Faltou-nos alguma frescura mental para decidir no último passe"
2020-07-04 22:40:00
Paulo Sérgio considerou o resultado "injusto"

 

Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, afirmou que o resultado frente ao Vitória de Guimarães foi "injusto", mesmo reconhecendo que faltou "alguma frescura mental" à equipa algarvia.

"Nunca esperamos perder, trabalhamos sempre para ganhar. É um corte num ciclo muito bom, mas vamos iniciar outro já a seguir. A prestação dos jogadores dá-nos confiança para o que estamos a fazer e vamos continuar a tentar. Foi um jogo contra uma boa equipa, decidido nos detalhes e foi isso que aconteceu. É um resultado injusto, porque fomos mais fortes na primeira parta e um jogo equilibrado na segunda, mas faltou-nos alguma frescura mental para decidir no último passe e acabámos por dar mais bolas ao Vitória", comentou.

"Podíamos ter decidido o jogo na primeira parte, não tivemos essa oportunidade, foram eles que fizerem um golo esquisito de fora da área. O Vitória corrigiu a estratégia de jogo e não permitiu as deslocações do Lucas Fernandes e nós não encontrámos um acerto para o fazer", reforçou.

O campeonato aproxima-se do fim e o Portimonense mantém-se na zona de despromoção.

"Não faço contas, porque há um mês colocavam-nos na luta pela manutenção com uma equipa, cujo nome foi mudando ao longo do tempo. As únicas contas que faço é somarmos o máximo número possível de pontos, fazemos a nossa parte, para sairmos desta situação e tenho convicção que vamos conseguir", concluiu.