Portugal
"Faltou clarividência e mais tranquilidade", admite Sérgio Conceição
2019-02-08 23:20:00
Técnico do FC Porto prometeu não falar mais de arbitragem "até ao final da época"

Sérgio Conceição ficou frustrado com o empate em Moreira de Cónegos, 'culpando' a eficácia. "Faltou clarividência e mais tranquilidade", admitiu o treinador do FC Porto, prometendo que não vai falar mais de arbitragem "até ao final da época".

O final do jogo ficou marcado pela conversa do técnico com o árbitro Jorge Sousa. Na entrevista rápida, Sérgio Conceição não revelou o teor dessa conversa.

"A partir de hoje e até ao final da época, não falo mais de arbitragem", foi a resposta do treinador dos dragões.

Sobre a má fase do FC Porto (foi o terceiro empate nas últimas cinco jornadas), o técnico lembrou o que aconteceu no ano passado.

"Estivemos a época quase toda na frente, depois passámos para trás quando faltavam dois meses, voltámos para o primeiro lugar e fomos campeões. A minha convicção é de que este ano também vamos acabar na frente", salientou.

Na visita ao Moreirense, os dragões fizeram "uma primeira parte de grande nível, com algumas situações de golo no último terço".

"Faltou clarividência e mais tranquilidade, mas podíamos ter ido para o intervalo a vencer. No segundo tempo, tentámos não permitir que o Moreirense chegasse ao golo, sofremos, acabámos por empatar e depois ainda tivemos mais situações para ganhar o jogo. A eficácia fez a diferença", comentou Sérgio Conceição.

O treinador desvalorizou a ausência de Marega, que forçou uma alteração do sistema tático, lembrando que "a fase de grupos fantástica na Liga dos Campeões" foi conseguida "a jogar em 4x3x3".

"Criámos imensas situações e não conseguimos marcar", insistiu.

"Tivemos estes dois jogos em que não conseguimos ganhar, mas já são 26 sem perder. Temos de continuar a trabalhar e tenho a convicção de que vamos ter jogos em que conseguimos marcar com menos situações de golo", concluiu Sérgio Conceição.

Sê o primeiro a comentar: