Portugal
"Euforia? Estamos com a cabeça e os pés bem assentes", diz Pizzi
2019-08-14 09:30:00
Em entrevista à 'Benfica TV', médio destaca que Lage procura o "limite da perfeição"

Pizzi faz parte do lote de capitães do Benfica e vem agora a público deixar claro que euforia é palavra que não entra no balneário dos campeões nacionais.

"Este estado de euforia dos adeptos é normal pois viemos de uma pré-época muito positiva e começámos da melhor maneira com um título e uma vitória grande contra um rival", referiu Pizzi, em declarações à 'Benfica TV'.

Depois da goleada aplicada ao Sporting, na Supertaça, seguiu-se nova goleada frente ao Paços de Ferreira na abertura do campeonato. Ainda assim, Pizzi reforça que o balneário está alheio a eventuais euforias.

"Nós não estamos em estado de euforia, estamos com a cabeça e os pés bem assentes pois será um campeonato muito longo e muito duro."

Por assim ser, o internacional português não vê outro caminho que não seja o do trabalho. "Iremos continuar no trabalho diário a corrigir as coisas que o mister nos diz para, no final, podermos celebrar juntos."

À 'Benfica TV', Pizzi confessou ainda que este "será um caminho muito duro e muito longo" durante a temporada. "Temos adversários muito fortes que nos querem tirar a nossa conquista". Mas o objetivo é claro. "O meu pensamento é no final estarmos outra vez a festejar no Marquês".

Sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido por Bruno Lage, Pizzi destaca o nível de detalhe que o treinador busca.

"O nosso mister habituou-nos a ser muito exigente, quer sempre mais, que tudo seja no limite da perfeição o que é muito bom para nós e para o Benfica. Isso faz-nos melhorar a cada dia."

O jogador chegou à marca dos 50 golos, na última jornada, mas revela que são objetivos coletivos que o movem. "Claro que se puder juntar a isso golos e assistências melhor, mas o mais importante é pensarmos no coletivo. O meu pensamento é no final estarmos outra vez a festejar no Marquês."