Portugal
Está “tudo apaixonado” em Vila das Aves pelo momento histórico da equipa
2018-03-08 16:30:00
A claque lançou uma música nova de apoio, José Mota ofereceu flores no Dia da Mulher. Aves não perde há seis jogos

O Aves desloca-se este sábado ao Estádio da Luz para defrontar o Benfica no melhor momento de sempre da equipa na Liga principal. Os avenses não perdem há seis jogos, cinco para o campeonato, fruto de quatro vitórias e dois empates, e o entusiasmo cresce entre os adeptos. A SAD disponibilizou bilhetes e viagem para acompanhar a equipa até à Luz por um total de 28 euros e a adesão tem sido positiva. E para apoiar a equipa não faltará a nova canção feita pela claque Força Avense, “Estou apaixonado”.

O ambiente que se respira na Vila das Aves é, aliás, de boa disposição e momentos especiais como o protagonizado por José Mota esta quinta-feira na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Benfica, a propósito do Dia Internacional da Mulher que hoje se celebra, são disso testemunha.

 

Mota trouxe resultados, flores e música nova

A chegada de José Mota, substituindo Lito Vidigal, no final do mês de janeiro, deu novo alento aos avenses que acumulam seis jogos sem perder, entre eles a vitória sobre o SC Caldas na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, por 1-0. Só para o campeonato, são cinco partidas sem conhecer a derrota, com dois empates a zero pelo meio, Rio Ave e Marítimo, candidatos à Europa.

Quando José Mota chegou a Vila das Aves, a equipa estava mergulhada numa série de cinco jogos sem ganhar e nem a qualificação para as meias-finais da Taça de Portugal evitou a saída de Lito Vidigal do comando técnico da equipa, em conflito com a direção do clube. Mota entrou de pé esquerdo com a derrota em Braga por 2-0, mas de então para cá foi sempre a somar. Nesta série de bons resultados, a equipa soma quatro jogos em casa sem conhecer a derrota, sete golos marcados e nenhum sofrido.

"A confiança adquire-se  com trabalho, no dia a dia, e com os resultados. O primeiro jogo acabou com uma derrota em Braga. Foi um jogo difícil, mas a equipa já então conseguiu ter um bom desempenho. A partir daí, conseguimos duas vitórias consecutivas, com uma grane diferena de resultado e de qualidade [3-0 ao Boavista e 5-2 ao Belenenses]. Há maior consistência tática e mais confiança", analisou José Mota após o triunfo diante do Portimonense por 3-0, em que falou também das melhorias da equipa em termos defensivos. "Nao podíamos sofrer tantos e nos últimos quatro jogos não sofremos qualquer golo. Isso dá estabilidade. Estamos muito mais sólidos em termos defensivos e isso dá-nos mais estabilidade no processo ofensivo".  Quando Lito Vidigal saiu o Aves estava em 16º lugar, com 14 pontos, com três vitórias, cinco empates e nove derrotas, 16-31 (-15) em golos. Seis jornadas depois, a equipa está em 13º lugar, com 25 pontos, mais três vitórias e dois empates, 27-5 (-8) em golos.

Com a perspetiva de a final da Taça de Portugal estar a um pequeno passo de ser alcançada, e a viver o melhor momento de sempre na história do clube na Liga, vive-se um clima positivo na vila do concelho de Santo Tirso. Música, flores e resultados, eis o Aves antes da visita à Luz.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa