Portugal
E tudo mudou em duas semanas para Soares, jogador que "se motiva a ele próprio"
Luís Santos Castelo
2018-02-12 20:10:00
Para Manuel Machado, a recuperação psicológica do avançado está longe de ser um problema

Há cerca de duas semanas, Soares estava numa posição difícil no FC Porto. Era segunda opção para o ataque azul e branco e um dos poucos jogos em que foi titular (contra o Sporting nas meias-finais da Taça da Liga) acabou mal: desentendeu-se com Sérgio Conceição quando este o substituiu e chegou a estar "com a porta entreaberta" no clube, segundo o treinador portista. Hoje, tudo é diferente e, depois de ter marcado o golo da vitória contra o Sporting na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, 'bisou' no triunfo por 4-0 sobre o GD Chaves para a Liga.

Depois de se ter lesionado no início da temporada, Soares não conseguiu recuperar nenhum dos lugares conquistados por Aboubakar e Marega nos meses que se seguiram. A única vez que foi titular em dois jogos consecutivos até agora havia sido em dezembro. Foram ambos para a Taça da Liga e Soares não completou os 90 minutos em nenhum deles. Mas isso mudou e, tanto na partida com o Sporting como na visita a Chaves, Soares esteve no onze inicial. Quem o conhece bem não ficou surpreendido com o regresso de Soares aos golos, às decisões e à titularidade. Tudo porque é um jogador que "recupera bem do ponto de vista psicológco"

"O Soares de hoje não é o que eu tive há dois ou três anos. O jogador chegou em bruto e teve um processo evolutivo no sentido ascendente. É um jogador mais conseguido e construído do que era quando cá chegou. A análise do seu desempenho é a melhor resposta que pode dar. O jogador esteve em Guimarães no ano passado e estava muito bem, foi para o FC Porto em janeiro e muito bem foi. Teve complicações no início desta época fruto de algumas lesões e agora, quando foi chamado, respondeu positivamente. Quando me pergunta se recupera bem do ponto de vista psicológico nos momentos em que é menos utilizado dir-lhe-ei que sim", começou por dizer Manuel Machado ao Bancada.

O técnico orientou Soares no Nacional durante uma época e meia e não te dúvidas de que o ponta-de-lança não precisa de "aditivos de motivação" para estar pronto para ir a jogo quando chamado. "Motiva-se por ele próprio. Tem um feitio muito aberto, é bem disposto e tem bom caráter. Por isso, não precisa de aditivos de motivação para poder responder. É um jogador, de facto, ao qual não conheço atitudes menos positivas e aquilo que tem feito no FC Porto acaba por sublinhar aquilo que estou a dizer", assegurou.

Para Manuel Machado, é um dado adquirido que Soares vai ajudar bastante o FC Porto nesta metade da temporada. Algo que já está a fazer, tendo sido essencial nos mais recentes encontros dos dragões. Desde que chegou a Portugal, em 2014/15, a evolução tem sido regular e gradual, pelo que Machado espera que a tendência se mantenha. "Na segunda época já teve um desempenho muito mais constante, até porque o outro ponta-de-lança foi vendido e teve menos concorrência. Respondeu muito bem, daí o interesse manifestado pelo Vitória de Guimarães e, depois, o salto para o FC Porto. O jogador tem muita qualidade, independemente desta primeira volta, e vai dar um bom contributo - já está a fazê-lo - àquilo que é a segunda volta do FC Porto e às competições alternativas, a Taça de Portugal e a Liga dos Campeões."

Sê o primeiro a comentar: