Portugal
Daniel Ramos deixa Rio Ave
2019-05-23 11:10:00
“Fechou-se um ciclo”, escreve clube vilacondense numa nota que oficializa a despedida

O técnico Daniel Ramos vai deixar o clube vilacondense, colocando-se um ponto final da especulação sobre uma eventual renovação do vínculo, que terminava na presente temporada.

“O Rio Ave FC e o treinador Daniel Ramos, decidiram, por mútuo acordo, não dar seguimento à ligação contratual, que terminava no fim da presente época, por se entender que se fechou um ciclo”, escreve o clube, num comunicado divulgado nesta quinta-feira.

O treinador de 48 anos, que é natural de Vila do Conde, deixa o clube depois de um campeonato tranquilo, com um sétimo lugar na tabela classificativa.

“O Rio Ave FC agradece todo o trabalho, dedicação e rioavismo de Daniel Ramos, bem como todo o empenho da sua equipa técnica, desejando-lhes as maiores felicidades pessoais e profissionais para o futuro”, pode ler-se, na mesma nota.

Também o técnico reagiu. “Foram cerca de cinco meses de sensações fortes ao serviço do clube que me habituei a gostar desde pequeno. Um desejo, um desafio que valeu a pena! Superámos uma fase difícil graças a muita dedicação, profissionalismo e qualidade. A forma como terminamos a época deve orgulhar todos os adeptos do Rio Ave FC ”, escreveu, nas redes sociais.

“Saio com a certeza de que demos tudo pela vitória e de consciência tranquila pela luta dos objetivos propostos (…)Obrigado a todos os que ajudaram para que estes números fossem conseguidos. Obrigado pela oportunidade que me deram. Desejo a toda a estrutura do Rio Ave FC as maiores felicidades e deixo um grande abraço aos adeptos”, destacou Daniel Ramos.

Daniel Ramos prossegue a carreira noutras paragens, num percurso que começou no Dragões Sandinenses, passou por Trás os Montes, no Desportivo de Chaves, prosseguiu no Trofense e em Moreira de Cónegos, até uma viagem para as ilhas, onde treinou União da Madeira.

Regressa ao Continente para orientar o Ribeirão e o Famalicão, até que volta às ilhas, primeiro aos Açores, para treinar o Santa Clara, e depois à Madeira, onde serviu o Marítimo. Depois do Rio Ave, antevê-se um novo desafio ambicioso para o treinador.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa