Portugal
"Compreendo perfeitamente a contestação", diz Daniel Ramos
2019-03-31 21:15:00
Técnico do Rio Ave analisou a derrota diante do Aves

Daniel Ramos, treinador do Rio Ave, lamentou a falta de gente no último terço do terreno para finalizar as oportunidades criadas diante do Aves, assumindo que a equipa deve criar "processos mais rápidos" e "outro tipo de nuances". Sobre o descontentamento dos adeptos, o técnico assume a tristeza dos resultados, mas sublinha que o importante é tentar conquistar pontos. 

"Falámos entre nós na importância de marcar primeiro, porque o Aves teria de fazer aquilo que não gosta, que é assumir o jogo em ataque organizado. Colocámo-nos a jeito, cometemos um erro sem necessidade e o Aves ficou em situação confortável. Tivemos situações muito boas no jogo, como a reação à perda e o controlo de bola no meio-campo ofensivo. Faltou-nos depois alguma capacidade no último terço para termos mais gente a finalizar, mais irreverência e melhores combinações. Além da posse que o Rio Ave demonstra, os processos têm de ser mais rápidos. A equipa gosta de ter bola, mas precisamos de criar outro tipo de nuances para conseguir mais oportunidades, golos e resultados. É isso que está a faltar", analisou.

"Contestação? Compreendo perfeitamente. Sei que os adeptos estão tristes, mas não estão mais do que eu, os jogadores e a estrutura diretiva. Há ciclos positivos em casa e fora de casa. Isso faz parte do futebol. Neste momento estamos a conseguir mais pontos fora. Gostava que fosse ao contrário, mas enquanto isso não acontece, o fundamental é que a equipa consiga pontos. Vivemos de pontos e resultados e só as vitórias nos permitem subir na tabela classificativa", rematou. 

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa