Portugal
Bruno de Carvalho: "Querem que saia? É hoje! Tirem-me daqui"
2018-02-03 17:35:00
Bruno de Carvalho deixou uma garantia e uma provocação ao Benfica no discurso na Assembleia Geral do Sporting.

No discurso de abertura da Assembleia Geral do Sporting, este sábado, Bruno de Carvalho, presidente do emblema leonino, deixou uma garantia aos sócios que têm vindo a contestar as suas atitudes e medidas. "Quero aqui ficar, enquanto achar que sou uma mais-valia para o clube. Querem que saia? É hoje! Tirem-me daqui!", reiterou o líder leonino.

"É um clima de conspiração constante. Dos rivais, já nem me importam. Mas as minas internas são muito perigosas. Ditadura, dizem eles, Hitler, norte-coreano, quer ficar para sempre no clube, usa os ecrãs do clube e usa o Facebook do clube, dá-se mal com os atletas, depois no vídeo vês que dá-se bem, é um palhaço", prosseguiu ainda Bruno de Carvalho.

Bruno de Carvalho falou ainda sobre a conquista da Taça da Liga e deixou uma provocação ao rival Benfica. "Para aqueles que julgam que eu sou o Nhaga, e que já sabia que íamos ganhar a Taça da Liga e que os nossos adversários iam escorregar e chegávamos aqui em primeiro, esclareço-vos: não sou o Nhaga! Para os campeões do teclado, e ainda bem que muitos estão aqui hoje, digo: não sabia que ia estar em primeiro."

O presidente do Sporting congratulou-se ainda com o facto de esta ser "a única direção nos últimos dez anos a dar património ao clube. A única! Já construímos um pavilhão ao clube. Nenhum terreno é um baldio. Tudo é possível de aproveitar e vamos fazê-lo e ganhar dinheiro para o clube! Onde estavam os campeões do teclado nos últimos 20 anos?", questionou Bruno de Carvalho.

Por fim, Bruno de Carvalho falou ainda sobre as contas do clube e salientou o volume de negócios, que "atingiu um recorde de 172 milhões. Acabámos o mandato anterior com um agregado positivo de 28 milhões."