Portugal
Boavista vai a Guimarães lutar pela sexta vitória consecutiva no campeonato
2019-08-17 15:10:00
Axadrezados vitiam o Estádio D. Afonso Henriques este domingo

O Boavista vai a Guimarães jogar com o Vitória, no domingo, para a segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol 2019/20, com o objetivo de lutar pela sexta vitória consecutiva no campeonato.

"Juntando a época passada e esta, temos cinco vitórias consecutivas e queremos fazer a sexta", explicou hoje o treinador 'axadrezado', Lito Vidigal, quando fazia a antevisão da partida frente a um adversário, o Guimarães, com o qual o Boavista mantém uma histórica e intensa rivalidade.

O técnico voltou atrás para recordar que tinha sido "importante" começar a época com um triunfo caseiro, diante do Aves, por 2-1, para "dar continuidade" às quatro vitórias consecutivas com que a equipa fechou a temporada anterior.

"Vamos jogar contra um adversário forte, que já tem muitos mais jogos feitos do que nós, mas a nossa mentalidade é sempre a mesma: respeitamos o adversário, mas queremos ganhar sempre e queremos a sexta vitória consecutiva" no campeonato, salientou.

O plano passa por "tentar perceber onde é que eles são fortes e onde têm algumas debilidades".

"O Vitória tem jogadores com qualidade, certamente tem um orçamento superior ao do nosso último adversário e é um clube forte que nos habitua todos os anos a competir nas provas europeias", assinalou Lito Vidigal.

Dito isto, o treinador 'axadrezado' repetiu uma ideia que lhe é muito cara, que é a de que o Boavista respeita os seus adversários, mas preocupa-se primeiro consigo próprio e acredita que tem "possibilidade de vencer" também este jogo.

Os vimaranenses já levam cinco jogos oficiais, quatro deles na Liga Europa, mas ainda não se estrearam no campeonato porque o encontro da primeira jornada, com o Rio Ave, foi adiado para 08 de setembro devido a problemas com o estádio do conjunto de Vila do Conde.

Lito Vidigal considerou que não existem motivos para pensar que o Vitória está sobrecarregado, precisamente por não ter jogado na ronda inaugural, e preferiu frisar que o Boavista tem de ser "extremamente competitivo" ante um opositor "forte".

"Se quisermos ganhar, tem de haver superação constante de todos os jogadores e temos de ser solidários", apontou .

O Vitória marcou 15 golos nos cinco oficiais que já disputou e Lito Vidigal, quando confrontado com este facto, contrapôs que o rival "ainda não competiu na Liga" e acrescentou que este embate entre as duas equipas "será diferente".

O técnico boavisteiro foi ainda questionado sobre se ainda espera outros reforços, tendo respondido que "os plantéis nunca estão fechados e há sempre possibilidade de entrarem e saírem jogadores.

O último reforço garantido pelo Boavista, o avançado sérvio Stojiljkovic, emprestado pelo Sporting de Braga, "está em condições de jogar em Guimarães", afirmou também Lito Vidigal.

O guarda-redes brasileiro Helton Leite e o atacante peruano Iván Bulos é que ainda não são opção, por continuarem a recuperar de lesões graves.

O Boavista desloca-se a Guimarães para defrontar o Vitória local, no domingo, às 18:30, no Estádio D. Afonso Henriques, naquela cidade, para segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol 2019/20.