Portugal
"Benfica não pode roubar e esconder-se atrás dos regulamentos"
2020-05-10 15:15:00
Presidente do Septemvri Sofia critica alegada abordagem das águias a Kaloyan Kostov

O presidente do Septemvri Sofia, da Bulgária, acusou o Benfica de estar a tentar "roubar" Kaloyan Kostov, central que fez 16 anos no passado dia 4 de maio.

Rumen Chandarov avisou que o clube búlgaro pondera mesmo apresentar uma queixa junto da UEFA e da FIFA.

"As evidências provam que o Benfica negociou com o jogador Kaloyan Kostov muito antes de ele completar 16 anos", acusou o dirigente búlgaro, em declarações ao jornal O Jogo.

Rumen Chandarov adiantou que o jovem central viajou duas vezes para Portugal e garantiu que a Federação Portuguesa de Futebol já tinha pedido, "meses antes", à congénere búlgara o passaporte internacional do atleta.

Acusando o Benfica de "planear uma ação insidiosa", o presidente acrescentou que, assim que Kaloyan Kostov fez 16 anos, o Septemvri Sofia recebeu "ofertas formais" de dois clubes "de topo" que "excedem muitas vezes" o valor que o Benfica terá de pagar por "não abordar" o emblema búlgaro.

"Um clube com o nome do Benfica não pode roubar de forma impune e esconder-se atrás dos regulamentos da FIFA", condenou.

Ainda de acordo com Rumen Chandarov, as águias estarão disponíveis para "compensar financeiramente intermediários e os pais" do jogador, sendo "inacreditável" que não se sente à mesa com o clube búlgaro.

Perante tais dados, o presidente do Septemvri Sofia insiste na "suspeita de já ter sido assinado um pré-acordo" entre o Benfica e Kaloyan Kostov.

"Não podemos negociar com quem não o quer fazer e que apenas quer aproveitar-se para pagar uma compensação pela formação que não corresponde, de forma alguma, ao preço real de Kostov", concluiu Rumen Chandarov, garantindo que o Septemvri Sofia continua pronto para sentar à mesa das negociações e "resolver a situação".

Tags: