Portugal
Benfica entra com 'pé direito' em torneio nos EUA
2019-07-21 00:10:00
Segunda vitória consecutiva na pré-época

O Benfica estreou-se hoje da melhor maneira na International Champions Cup de futebol, que decorre nos Estados Unidos, batendo os mexicanos do Chivas Guadalajara por três golos sem resposta, na segunda vitória consecutiva em três jogos da pré-época.

Os 'encarnados' marcaram logo aos 04 minutos, numa jogada em que brilharam os reforços Caio Lucas e Raúl de Tomás, com o extremo brasileiro a arrancar pelo corredor esquerdo, depois de deixar para trás um adversário com uma boa simulação, e a cruzar rasteiro para a conclusão do ponta de lança espanhol ao segundo poste.

O Chivas tentou responder e lançou-se em busca do empate, com o Benfica a gerir a vantagem e a conseguir anular cedo a maior parte dos ataques dos mexicanos graças à pressão alta exercida, que permitiu ainda lançar vários contra-ataques que acabaram por não ter a eficácia desejada.

Ainda antes do intervalo, aos 42 minutos, foi a vez de o guarda-redes grego do Benfica, Odysseas Vlachodimos, dar nas vistas, com uma dupla defesa impressionante. Primeiro, deteve em voo um cabeceamento de Miguel Ponce, e ainda teve tempo de dar 'o corpo às balas' na recarga, impedindo o golo dos opositores.

Durante o descanso, o treinador luso Bruno Lage mexeu na equipa, lançando Jardel e Rafa para os lugares de Rúben Dias e Caio Lucas, respetivamente.

Depois de uma primeira metade de jogo dominada pelas 'águias', foram os homens de Guadalajara, cidade mexicana que tem como 'ex libris' a tequilha e a música mariachi, que entraram com mais 'gás' no segundo tempo. E no espaço de 10 minutos viram a barra da baliza de Vlachodimos negar-lhes dois golos. Miguel Ponce acertou no travessão aos 50 minutos e, à hora de jogo, Alexis Vega repetiu a dose.

Com o esforço da pré-temporada a fazer-se sentir nos jogadores benfiquistas - os mexicanos estão numa fase mais adiantada da preparação para a nova época -, e ao ver o Chivas tomar o controlo da partida, Bruno Lage voltou a efetuar uma série de substituições aos 66 minutos, mandando entrar Chiquinho, Jota, Taarabt e Samaris para os lugares de Pizzi, Florentino Luís, Raúl de Tomás e Gabriel.

É que, além do cansaço e da falta de ritmo naturais nesta fase inicial da temporada, o jogo foi disputado às 13:00 locais, em Santa Clara, na Califórnia, sob uma temperatura que rondava os 30 graus.

As mudanças surtiram efeito já que, pouco depois, aos 70 minutos, Jota consegue colocar Rafa isolado na cara de Raúl Godiño, guardião mexicano que atuou no FC Porto B, e o internacional português não perdoou, fazendo o 2-0.

Apenas três minutos depois, foi a vez de Taraabt desmarcar Seferovic (o melhor marcador da liga portuguesa na última época), que rematou sem dar hipóteses de defesa a Godiño, fixando o resultado final.

De resto, o goleador suíço quase marcou novamente num remate acrobático, mas, desta feita, Godiño conseguiu voar e dar uma palmada na bola, cedendo pontapé de canto e evitando males maiores.

Nas bancadas, milhares de portugueses e mexicanos mostravam o seu entusiasmo com a oportunidade de verem ao vivo as suas equipas favoritas, e quase assistiram ao golo de honra do Chivas já ao cair do pano: na marcação de um livre direto, Miguel Ponce fez abanar o poste esquerdo da baliza 'encarnada', mas a bola não entrou mesmo.

E assim terminou a primeira partida do Benfica em solo norte-americano, naquele que foi o seu terceiro jogo da pré-temporada. Depois de terem perdido em casa frente ao Anderlecht (1-2), os 'encarnados' golearam a Académica (8-0) e agora voltaram a vencer.

No âmbito da ICC, os campeões portugueses jogam a seguir com a Fiorentina (25 de julho) e três dias depois com o AC Milan.

Estádio Levi's, em Santa Clara, Califórnia.

Benfica - Chivas Guadalajara, 3-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Raúl de Tomás, 04 minutos.

2-0, Rafa, 70.

3-0, Seferovic, 73.

Equipas:

- Benfica: Vlachodimos, Grimaldo, Ferro, Rúben Dias, Nuno Tavares, Pizzi, Caio Lucas, Florentino Luís, Gabriel, Seferovic, Raúl de Tomás.

Jogaram ainda: Jardel, Rafa, Chiquinho, Jota, Taarabt, Samaris, Fejsa, Zivkovic, Jota, Cervi e Tyronne Ebuehi.

Treinador: Bruno Lage.

- Chivas: Raúl Godiño, Carlos Villanueva, Miguel Ponce, Marín, Antonio Briseño, José Rankin, Villalpando, Alan Cervantes, Miguel Basulto, José González e Alexis Vega.

Jogaram ainda: Fernando Beltrán e César Huerta.

Treinador. Tomás Boy.

Árbitro: Joseph Dickerson (EUA).

Ação disciplinar: cartão amarelo para José González (37), Gabriel (41), Villalpando (55), Raúl de Tomás (61) e Fejsa (86).

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa
Tags: