Portugal
Benfica, em 'mini' crise, precisa de vencer Dínamo para continuar na Europa
2019-03-12 09:15:00
Águias perderam na primeira mão

O Benfica, a atravessar a primeira ‘mini’ crise na ‘era’ Bruno Lage, precisa de vencer quinta-feira na receção ao Dinamo Zagreb para seguir para os quartos de final da Liga Europa em futebol.

Depois do desaire por 1-0 na Croácia, os ‘encarnados’ estão obrigados a ganhar, sendo que não serve qualquer triunfo, pois o conjunto de Zagreb conseguirá o apuramento se marcar e perder pela diferença mínima.

As ‘águias’ não chegam, porém, no seu melhor momento, pois, após a derrota em Zagreb, também não foram capazes de vencer em casa o Belenenses (2-2), falhando o que seria o 10.º triunfo consecutivo na I Liga portuguesa.

Os dois jogos ficaram marcados, mais do que por duas exibições menos conseguidas, por três erros individuais de ‘palmatória’, dois do central Rúben Dias e um do guarda-redes Vlachodimos, que ficaram intimamente ligados aos resultados.

Em Zagreb, Rúben Dias cometeu um penálti ‘infantil’, com Bruno Petkovic aproveitar a ‘oferta’, aos 38 minutos, e, face aos ‘azuis’, assistiu Kikas para o empate, aos 70, depois de o internacional grego deixar entrar a bola na sua baliza, num livre de Bruno Viana, pensando que a mesma ia sair ao lado, aos 68.

Além destes ‘pormenores’, o Benfica também não esteve, coletivamente, como em jogos anteriores, sendo que chegou à Croácia ‘super’ moralizado, depois de ter triunfado no Dragão (2-1) e roubado ao FC Porto o comando da I Liga.

Na ‘era’ Bruno Lage, os ‘encarnados’ ainda não tinham estado dois jogos seguidos sem ganhar, sendo que o registo é agora de 12 vitórias, dois empates e duas derrotas.

Tendo jogado na segunda-feira, o Benfica não chega também muito fresco, em termos físicos, mais uma desvantagem para enfrentar um conjunto que, pelo contrário, vai surgir em alta na Luz.

Após ter conquistado vantagem sobre os ‘encarnados’, o Dinamo Zagreb jogou um dia antes, no domingo, mudou 10 peças no ‘onze’ e ainda assim venceu o Rijeka, segundo classificado do campeonato croata, por 3-1. Tem agora 17 pontos de avanço.

Na Luz, o único problema dos campeões croatas passa pelas ausências do lateral esquerdo Leovac e do médio defensivo Sunjic, que viram o amarelo na primeira mão e não estão à disposição de Nenad Bjelica.

Do lado do conjunto luso, Bruno Lage continua a ter uma ‘legião’ de lesionados, não podendo contar nomeadamente com Jardel, Conti, Fejsa, Salvio e Seferovic, sendo que Gabriel, ausente por castigo face ao Belenenses, pode regressar ao ‘onze’.

A dúvida é sobre o que fará o técnico do Benfica tendo em conta também o jogo de domingo – três dias após o confronto com os croatas - no reduto do Moreirense, agora que ficou sem nenhuma margem de erro no campeonato.

Nas anteriores duas receções aos croatas, o conjunto da Luz somou outros tantos triunfos por 2-0, na segunda eliminatória da Taça das Taças de 1980/81 (golos de Nené e César) e na fase de grupos da Taça UEFA de 2004/05 (Sokota e Simão). Servem.

O encontro entre o Benfica e o Dinamo Zagreb, da segunda mão dos oitavos de final da Liga Europa, realiza-se na quinta-feira, pelas 20:00, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Sê o primeiro a comentar: