Portugal
Benfica contesta castigo aplicado ao FC Porto pela tarja no Dragão
2019-09-10 13:30:00
Encarnados questionam “coerência de critérios” do Conselho de Disciplina da Federação

O FC Porto foi punido com uma multa de 1150 euros, pelo protesto realizado na última jornada da época passada, no setor onde fica instalada a claque Super Dragões.

Os adeptos portistas mostraram a tarja onde era visível o rosto de vários árbitros, do primeiro-ministro António Costa e de Ana Peres (juíza do caso E-Toupeira), entre outras personalidades.

Esses eram, no entender dos adeptos, os verdadeiros campeões nacionais.

O processo termina agora com uma pena de multa, decisão que os encarnados contestam, na News Benfica desta terça-feira.

“A decisão do CD da FPF, motivada pelo despacho da CI da Liga (que recusou a aplicação do artigo 118 do regulamento disciplinar inicialmente sugerido e optou pela aplicação do artigo 127 para decidir por mera punição pecuniária), de dar uma simples multa de 1150 euros à tarja gigante exibida no Estádio do Dragão na última jornada do Campeonato do ano passado, invocando no seu articulado que se trata de um simples comportamento social ou desportivamente incorreto, quando as mais variadas personalidades políticas, judiciais e, inclusive, da arbitragem são exibidas, diz tudo sobre a coerência de critérios comparativamente a castigos aplicados a outros clubes”, pode ler-se.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa
Tags: