Portugal
Belenenses SAD vence Desportivo das Aves em jogo com cinco golos
2019-10-26 17:45:00
'Azuis do Restelo' chegam ao 12.º lugar da Liga

O Belenenses SAD venceu hoje o lanterna-vermelha Desportivo das Aves por 3-2, conseguindo reagir bem às duas vezes em que esteve em desvantagem no jogo da oitava jornada da I Liga de futebol.

Welinton Júnior, no primeiro minuto e aos 40, colocou os avenses em vantagem em duas ocasiões, mas Licá (06 e 45+3) e um autogolo de Adi Mehremic (66) deram a vitória aos ‘azuis’.

Com este resultado, o Belenenses SAD ascende provisoriamente ao 12.º lugar, com oito pontos, enquanto o Desportivo das Aves continua ‘afundado’ no último lugar da tabela, com apenas três pontos.

Ainda nem estava decorrido o primeiro minuto quando o Desportivo das Aves chegou ao golo, por Welinton Júnior, que recebeu um passe longo de Falcão, dominou com o peito, fez um ‘chapéu’ a André Moreira e, com a baliza à sua mercê, cabeceou com muita calma.

O Belenenses SAD soube responder rapidamente à desvantagem e, logo aos seis minutos, Licá igualou o encontro, num remate forte e cruzado, após assistência sublime do capitão Gonçalo Silva, no primeiro terço do terreno.

Os primeiros minutos foram frenéticos e os ‘azuis’ tiveram oportunidades para operar a reviravolta, mas o cabeceamento de Licá, aos nove minutos, saiu por cima, e uma excelente jogada de Robinho, aos 12, terminou numa defesa segura de Beunardeau.

Welinton Júnior rematou ao lado, aos 30, mas iria chegar ao segundo golo 10 minutos depois, com um ‘tiro’ de primeira, à entrada da área, sem hipótese para André Moreira, num livre estudado e cobrado no lado direito por Mohammadi, que entregou rasteiro ao brasileiro.

A formação de Pedro Ribeiro voltou a reagir bem ao golo sofrido e, num cruzamento da esquerda de Silvestre Varela, Licá tentou ‘picar’ por cima de Beunardeau, que defendeu contra um colega, mas Adi Mehremic, em cima da linha, impediu o golo.

Na resposta dos nortenhos, Rúben Oliveira cruzou rasteiro e encontrou o recém-entrado Kevin Yamga, após saída forçada de Jaílson, aos 26, mas o francês, já na pequena área, rematou ao lado.

Em cima do intervalo, o Belenenses SAD chegou mesmo ao empate, graças ao ‘bis’ de Licá, com um toque de calcanhar, a aproveitar o ressalto num defesa adversário, após falhar o cabeceamento.

No segundo tempo, Robinho, aos 49, quase fazia um autogolo, num pontapé de canto marcado por Welinton Júnior, mas, dois minutos depois, os papéis inverteram-se e foi Estrela quem esteve próximo de marcar na própria baliza, em dois lances em que os jogadores conseguiram afastar por cima.

Era um indício do que estaria para surgir, pois o Belenenses SAD chegou mesmo à vantagem, graças a um autogolo de Adi Mehremic, após excelentes combinações entre Francisco Varela, Licá e Silvestre Varela, com este último a ‘furar’ a defensiva visitante e a rematar contra o defesa bósnio.

Até ao apito final, a formação de Pedro Ribeiro soube controlar a vantagem e os poucos argumentos mostrados pelo Desportivo das Aves na parte final, o que levou a alguns assobios e críticas dos cerca de 100 adeptos que viajaram até à capital.