Portugal
"Banho tático de Conceição" deixa "a nu fragilidades", diz Gomes da Silva
2019-08-26 13:05:00
Ex-vice encarnado deixa críticas ainda facto de a equipa não ter estado concentrada no Seixal na véspera do duelo

O ex-vice encarnado fala num "banho tático de Sérgio Conceição" a Bruno Lage e fala na "agravante" da derrota ter "deixado a nu algumas fragilidades" no plantel das águias.

Gomes da Silva explica que "o problema" está no facto de "aquilo que tinha a certeza que aconteceria, na Europa, contra equipas com grandes jogadores e com excelentes treinadores... aconteceu com Sérgio Conceição e com um FC Porto em construção".

"O problema não foi, por isso, a derrota que poderia ter resultado de um golpe de sorte deles, de muito azar nosso ou de uma arbitragem à Apito Dourado", salientou.

O ex-dirigente lembrou ainda a diferença entre Zé Luís e Raul De Tomas. "Acabamos por descobrir as diferenças entre o nosso RDT e Zé Luís... com grande prejuízo nosso! Resta-nos a esperança. Esperança que os próximos anos de Taarabt sejam muito diferentes para melhor que os anteriores (apesar de percebermos que, afinal, palavra de presidente... vale o que vale)".

Na crónica no blogue 'Novo Geração Benfica', Rui Gomes da Silva diz ter esperança de que os "20 milhões" gastos com Raul De Tomas não sejam "um flop" e que os os "17 milhões gastos em Vinícius não sejam o que parecem".

Ainda no que toca à derrota contra o FC Porto, Gomes da Silva deixou críticas ao facto de a equipa não ter estado concentrada no Seixal na noite anterior ao jogo.

"Só depois descobri que, afinal, a equipa nem sequer tinha dormido no Seixal na noite anterior ao jogo por Bruno Lage ter decidido não haver 'concentração'! Podiam ter avisado o presidente que escusava de ter andado no seu já habitual fato de treino a tentar encontrar alguém para ser motivado! Pequena descoordenação... ganhou o Sérgio Conceição!"