Portugal
"Até o Luís Bernardo sabe que é mentira". Francisco J. Marques nega notícia
2020-05-19 13:20:00
Diretor portista desmente artigo onde era revelado que dragão está em risco de falhar provas da UEFA

Francisco J. Marques desmente a notícia do jornal i que, nesta terça-feira, dá conta de que o FC Porto tem a sua participação em risco nas provas europeias da próxima temporada.

"Esta notícia é falsa. Toda a gente sabe que é falsa, a começar pela autora, pelo diretor", salienta o diretor de comunicação dos azuis e brancos.

Em mensagem deixada no Twitter, Francisco J. Marques lembra que "até o Luís Bernardo sabe que é mentira".

Luís Bernardo, recorde-se, é responsável pela comunicação do Benfica.

Nesta terça-feira, lembre-se, o jornal i destaca que os dragões estarão com dificuldades para cumprir o fair-play financeiro da UEFA e, a não ser que exista uma "amnistia" por parte do organismo que tutela as provas europeias, têm a participação na próxima edição em risco.

A possibilidade de os dragões ficarem ausentes das provas da UEFA na próxima época já foi apontada, em março, por António Oliveira, antigo treinador dos portistas.

Na altura, os azuis e brancos emitiram um comunicado a desmentir tal possibilidade.

"Face a declarações falsas difundidas na Comunicação Social, a Futebol Clube do Porto - Futebol SAD esclarece que a presença da sua equipa profissional de futebol na edição 2020/21 da Liga dos Campeões depende exclusivamente dos resultados desportivos da época em curso", referiu a SAD portista.

Também o processo de licenciamento de clubes para as provas da UEFA foi adiado no contexto da pandemia.

Em abril, a UEFA justificava que face às "atuais circunstâncias excecionais" havia a necessidade de "algumas intervenções específicas para facilitar o trabalho das federações-membro e dos clubes". 

Daí que, realçava o organismo que gere a Champions e a Liga Europa, apoiava "a proposta de dar às federações mais tempo para concluir o processo de licenciamento dos clubes, até que o processo de admissão às competições de clubes da próxima temporada esteja redefinido".