Portugal
"Assobiem a mim. Agarro nas minhas malas e vou embora", diz Sérgio Conceição
2019-04-26 23:30:00
"Se não fizer um bom trabalho, eu sou julgado pelos resultados, vou embora no final da época, não há problema"

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, pediu para a contestação dos adeptos ser feita na sua direção e não na dos jogadores. Em conferência de imprensa, o técnico dos 'dragões' garantiu ainda que, se tiver de ser, sai no final da época. 

"Assobiem a mim. Se não fizer um bom trabalho, eu sou julgado pelos resultados, vou embora no final da época, não há problema. É isto. Sou eu o líder da equipa, sou eu que meto os jogadores a jogar, sou eu que os treino. Acontece algo de negativo é o treinador que paga, eu assumo essa responsabilidade. Agarro nas minhas malas e vou embora. Assobiem a mim", disse. 

"É frustrante, é cruel. Até aos 84 minutos, altura em que oferecemos o golo, controlámos. O segundo golo aconteceu de forma algo caricata.Entrámos bem, com o jogo controlado. Na segunda parte, não fomos tantas vezes à baliza, mas criando situações para matar o jogo e fazer o 3-0. Uma equipa experiente que luta pelo título não pode fazer aquilo nos últimos cinco minutos. Assumimos a responsabilidade do que aconteceu, eu sou o primeiro a assumir", acrescentou.

"Oferecemos o golo. Isto não existe. A ganhar 2-0, é inexplicável. Podíamos ter feito o 3-0 e não fizemos. Pusemo-nos a jeito", rematou. 

Recorde-se que a comitiva dos 'dragões' foi assobiada na saída do Estádio dos Arcos, em Vila do Conde. Entre insultos aos jogadores, houve ainda tempo para alguns adeptos incentivarem os jogadores para os restantes três jogos do campeonato. 

Sê o primeiro a comentar: