Portugal
"As mudanças constantes nos onzes do FC Porto não são muito compreensíveis"
2019-11-08 15:25:00
Ex-jogador dos dragões avisa que as opções de Sérgio Conceição podem contribuir para a inconsistência da equipa

O FC Porto vai ao Bessa abalado por nova derrota na Liga Europa e com o treinador, Sérgio Conceição, a ser fortemente contestado por 'inventar' no onze.

Raul Sousa, antigo jogador portista que passou pelo Boavista como treinador adjunto, admitiu que as constantes mexidas do treinador podem estar a impedir o FC Porto de manter uma regularidade exibicional.

"As mudanças constantes nos onzes do FC Porto não são muito compreensíveis para quem está de fora e daí talvez resulte a falta de consistência nas exibições", admitiu Raul Sousa, em entrevista à Renascença.

A opção de Sérgio Conceição pela inédita aposta em cinco defesas – já tinha alinhado com três centrais, mas com um deles (Éder Militão) a atuar como falso lateral – surpreendeu os adeptos e também os próprios jogadores, que por várias vezes se mostraram 'perdidos' em campo.

Resta agora saber se o técnico vai corrigir a estratégia no dérbi do próximo domingo, frente a um Boavista que se manteve imbatível até à décima jornada, quando perdeu em Setúbal.

"É sempre desejável e importante que haja uma reviravolta" a nível interno depois de um mau resultado nas provas europeias, mas os jogos com o Boavista "são difíceis em qualquer circunstância", lembrou o antigo jogador dos dragões e ex-treinador adjunto das panteras.

"É importante que o FC Porto dê uma imagem completamente diferente, mas o próximo jogo não vai deixar de ser muito difícil", concluiu Raul Sousa.