Portugal
Árbitros de Évora ameaçam parar por atrasos no pagamento de honorários
2019-01-10 15:35:00
Juízes estão a adiantar dinheiro dos orçamentos familiares para poderem apitar jogos

Os árbitros de Évora ponderam fazer um protesto radical, em virtude do atraso do pagamento de honorários, adianta a agência Lusa, que cita um dos juízes.

Em causa estão atrasos relativos a jogos disputados em setembro, outubro e novembro de 2018.

“Desde terça-feira que os árbitros estão indisponíveis para dirigir os jogos da associação até isto ser resolvido”, garantiu à Lusa o árbitro internacional Luís Godinho, que preside a um núcleo do distrito de Évora.

“Os árbitros, para apitarem jogos nas competições distritais, colocam dinheiro dos seus orçamentos familiares, para combustível e refeições”, acrescentou.

O descontentamento é crescente – até porque há outras questões relevantes que preocupam os juízes, como a segurança nos campos de futebol –, pelo que foi decidida esta ação de força.

Para suspenderem o protesto, os árbitros exigem que sejam regularizadas as dívidas e que seja rubricado um memorando de entendimento que permita avançar na resolução de outros problemas do setor.   

“O memorando já está assinado, mas a questão dos pagamentos não está assegurada, porque os serviços da Associação de Futebol de Évora têm estado a emitir os extratos de conta e os árbitros estão a conferir e a responder à associação, mas há um enorme número de extratos que vem incorreto”, garantiu Luís Godinho.

O presidente daquela associação de futebol, António Pereira, referiu entretanto à Lusa que os honorários serão pagos a “todos os árbitros que tenham os extratos em condições”. Mas não especificou a data.

Sê o primeiro a comentar:
Tags: