Portugal
António Salvador: "Noutras situações não vi tantas críticas ao VAR..."
Redação Bancada
2018-10-11 08:45:00
O presidente do SC Braga reagiu às críticas em relação à arbitragem do encontro entre os minhotos e o Rio Ave.

António Salvador, presidente do SC Braga, revelou que considera estranhas as críticas geradas em torno da arbitragem de Tiago Martins no SC Braga-Rio Ave (1-1), do passado fim de semana, principalmente em relação a uma alegada grande penalidade que ficou por assinalar para os vilacondenses já no tempo de compensação. O líder dos minhotos deu conta de que não houve tanto 'buzz' com situações semelhantes no passado e quer acreditar que se trata apenas de uma "coincidência" por ser com os bracarenses.

"O ruído dos últimos dias sobre a arbitragem e o VAR? Estamos na liderança do campeonato e quero acreditar que tenha sido mera coincidência ter sido após um jogo do SC Braga. Tem havido várias decisões erradas ao longo do campeonato e não vi o Conselho de Arbitragem nem a comunicação social fazerem uma reprimenda pública tão rápida como fizeram este fim de semana na questão do lance de grande penalidade que deveria ter sido marcada e não foi", começou por referir Salvador em declarações à margem da Cimeira dos presidentes, na quarta-feira.  

"Houve já outros penáltis que deveriam ter sido marcados e não foram, como por exemplo no jogo entre o SC Braga e o Aves. Houve golos marcados ilegalmente, e estou a lembrar-me de um do Vitória de Guimarães em Portimão, que estava em fora de jogo, e nessas alturas não ouvi críticas ao VAR. Vi jogadores merecedores de castigos por agressões, casos do Rúben Dias ou do Felipe. É de facto curioso que as reprimendas públicas tenham vindo depois de um jogo do SC Braga. Espero que as boas práticas do CA sejam uma realidade. Vamos estar atentos", acrescentou ainda António Salvador.

No entanto, o presidente dos minhotos mantém a confiança no plantel e voltou a deixar uma mensagem que já tinha dado há cerca de um ano atrás. "Independentemente de qualquer obstáculo que tenhamos em qualquer jogo e do ruído que se possa fazer, estamos com uma determinação muito grande. Cada jogo será uma final e vamos trabalhar para vencer. Tal como disse há um ano em Alvalade, hoje [ontem] digo-o novamente: contem connosco."

Sê o primeiro a comentar: