Portugal
"Amilton? Não saiu daqui um anjinho, mas um jogador com asas de morcego"
2019-02-01 17:00:00
Augusto Inácio revela que o extremo fez chantagens e que "inventava lesões para não jogar"

Augusto Inácio voltou a apontar o dedo a Amilton, jogador do Desportivo das Aves que entretanto rumou ao Antalyaspor, da Turquia. Depois de ter sido criticado pelo Sindicato dos Jogadores pelas primeiras declarações, o treinador português explicou os comportamentos do extremo. 

"O Sindicato dos Jogadores emitiu um comunicado e não me contactou para saber o que se passou aqui. O Amilton fez chantagem para sair. O Sindicato defende um jogador que inventa lesões, que está mal disposto e não quer treinar. Um jogador que vai ao balneário e diz aos colegas com altivez: 'até me pedem por favor para eu jogar'", começou por explicar.

O treinador do Desportivo dos Aves, que leva duas vitórias em dois encontros desde que assumiu a equipa, acrescentou também que Amilton não era nenhum "anjinho" e que, caso fosse ele a mandar, o extremo não teria sido vendido. 

"Ficava aqui para depois ele ver quem cedia a chantagens. Por isso o chamei de maçã podre. Não sou maluco para dizer uma coisa daquelas. Não saiu daqui um anjinho, mas sim um jogador com asas de morcego. Se o Sindicato souber a verdade, vai ficar envergonhado com o comunicado que fez", rematou. 

Sê o primeiro a comentar: