Portugal
Acuña apresentou carta de rescisão... fora de prazo
2019-02-15 15:05:00
"Fica uma história nunca antes contada", revela Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho revela no seu livro, onde relata os bastidores dos anos em que liderou o Sporting, que Marcos Acuña também chegou a apresentar a carta de rescisão após o ataque a Alcochete. O antigo presidente explica que se trata de uma história "nunca antes contada" e detalha.

"De forma a que os pedidos pudessem ser validados, os jogadores teriam de enviar a carta de rescisão, dentro do prazo legal, para o Sporting, a Liga de Clubes, a FPF e o Sindicato dos Jogadores. (…) Houve um décimo atleta que entregou o documento ao Sporting já em cima do limite: Marcos Acuña. O problema do argentino foi ter-se esquecido de enviar para as outras entidades", revela Bruno de Carvalho, em declarações citadas pelo Record.

O antigo líder verde e branco sustenta ainda que "quando o quis fazer, já tinha passado o prazo".

Na sequência do ataque à academia de Alcochete, recorde-se, vários jogadores leoninos apresentaram a carta de rescisão e invocaram justa causa.

Rui Patrício, William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes, Battaglia, Bas Dost, Podence, Ruben Ribeiro, Rafel Leão e Acuña, segundo conta agora Bruno de Carvalho.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa