Portugal
Adriano Castanheira diz estar na hora de “dar o salto” para a I Liga
2019-03-15 10:20:00
Extremo formado no emblema serrano passou pelas camadas jovens do FC Porto

Adriano Castanheira, eleito pelos treinadores da II Liga o melhor jogador de fevereiro da competição, disse estar a beneficiar do bom momento do Sporting da Covilhã e deseja dar o salto para o principal escalão.

O extremo formado no emblema serrano, natural da Erada, concelho da Covilhã, passou pelas camadas jovens do FC Porto e jogou as duas últimas temporadas no Benfica e Castelo Branco e na União de Leiria, do Campeonato de Portugal, experiências que considera terem-no tornado "mais maduro, como jogador e como pessoa".

Satisfeito com o "regresso a casa", o esquerdino, com mais um ano de contrato, sublinha ter 25 anos e adianta ter a expetativa de chegar à I Liga.

"A minha ambição é chegar à I Liga e poder afirmar-me. Espero que com trabalho isso aconteça esta temporada. Acho que está na hora de dar o salto, que tem de ser agora. Vou continuar a trabalhar para as coisas acontecerem naturalmente. Vamos ver o que acontece", disse, em declarações à agência Lusa, o avançado.

Adriano espera ter uma oportunidade que seja boa para si e para o clube, mas realça que o mais importante, no momento, é a equipa "manter o foco para garantir a manutenção".

O esquerdino, licenciado em Sociologia pela Universidade da Beira Interior, tem-se destacado pela velocidade, pelos desequilíbrios que consegue criar, pelas assistências e conta com sete golos marcados esta época, seis deles no campeonato.

O Sporting da Covilhã chegou ao final de dezembro no último lugar da classificação, mas desde janeiro tem vindo a recuperar, regista nove jogos sem perder e ocupa o sétimo lugar na classificação.

"As coisas no não estavam a correr bem. Criávamos ocasiões e a bola não entrava, só que a equipa nunca desistiu de inverter a situação e agora conseguimos concretizar as ocasiões que criamos", acentua Adriano, que agradece a distinção aos treinadores que votaram nele, aos colegas e "a toda a equipa técnica serrana, porque são eles que me ajudam a cada jogo a ser melhor", acrescentou.

Sê o primeiro a comentar: