Portugal
Adjunto do Aves diz que receção ao Boavista vai ser “jogo de paciência”
2019-02-28 16:45:00
João Tavares defendeu que a "paciência e as bolas paradas" serão fatores-chave do jogo com o Boavista

João Tavares substituiu na conferência de imprensa Augusto Inácio, a quem endereçou um "forte abraço" pela morte da mãe, e reconheceu o "momento positivo do Boavista", mas advertiu que o Aves joga em casa e vai procurar afincadamente os três pontos, num jogo entre equipas que lutam pela permanência.

"O Boavista vem de uma série de quatro jogos positivos, em que venceu três deles em casa e empatou um fora, está num bom momento, mas jogamos em casa e assumimos essa responsabilidade, focados nos nossos objetivos", disse João Tavares.

O técnico adjunto do Aves falou mesmo de "um jogo de paciência", destacando também a importância das bolas paradas, defensivas e ofensivas, como fatores que poderão fazer a diferença no jogo de sexta-feira.

"O Boavista é uma equipa combativa, junta, solidária e que dá pouco espaço. Melhorou bastante a consistência defensiva e vem jogar no erro adversário. A nossa equipa nunca pode perder a sua identidade e dinâmicas, sendo coesa, solidária e com saídas rápidas para o ataque, para criar desequilíbrios no último terço. A chave, na nossa opinião, estará na paciência e nas bolas paradas", reforçou.

Falcão, lesionado, e Braga, castigado, após ter visto o quinto cartão amarelo da temporada em Portimão (1-1), na jornada anterior, são as únicas baixas do Aves, necessariamente, mais ‘estendido’ em campo do que nos dois últimos jogos como visitado, frente ao Sporting de Braga e ao Benfica, equipas do topo da classificação.

"Independentemente da dimensão do adversário e do seu momento, acreditamos no que fazemos e estamos muito focados no objetivo de somar os três pontos, num jogo que tem tudo para ser um bom espetáculo", concluiu.

O Desportivo das Aves, 16.º classificado da I Liga, o primeiro em zona de despromoção, com 22 pontos, defronta o Boavista, 11.º, com 26, na Vila das Aves, na sexta-feira, a partir das 20:30, no jogo de abertura da 24.ª jornada da prova.

Sê o primeiro a comentar: